Pastor fala sobre

Um evento chamado “Machonaria: Resgate da Masculinidade Patriarcal”, promovido por pastores vai abordar temas como o “resgate da hombridade” e o “resgate do sacerdócio masculino”. O evento acontecerá em um hotel em Goiás, em novembro com ingressos de até R$ 2.950.



Com palestras dos pastores Rafael Barbalho, Jackson Aquino, Sebastião Donizeti, Paulo Oliveira  e Anderson Silva e do coaching Rafael Serradura, o evento promete promover o homem em diversas áreas, fazendo ele “se perceber como rei, profeta e sacerdote”.



O pastor Anderson Silva, idealizador das palestras, é também líder da Igreja Vivo por Ti, em Brasília. Ele também promove um curso on-line chamado “Be a Man” e nele o pastor diz que “o machismo não é uma estrutura social, é uma maldição espiritual”, além de ensinar a se tornar um homem bíblico. O pastor Anderson garante ainda a cura do machismo.



Na videoaula disponibilizada na página do curso, o pastor se refere ao homem como “herói” e diz que o machismo interfere nesse processo, tornando assim o homem em um “vilão”. Ele ainda diz que vivemos em uma sociedade machista e a “crise de masculinidade” é que faz o homem conviver com atitudes que não deveriam acontecer. 



Ideias como a “masculinidade de Deus” também são abordadas. Na página do curso, a pergunta feita é “por que Deus e Jesus se revelaram à humanidade como homens e não como uma mulher?”.



Além do seu projeto voltado à hombridade, o pastor é autor do livro “Jesus, sou gay e agora?”. Anderson afirma em suas redes sociais que o homossexualismo não é uma doença, portanto não precisa de cura, mas sim de arrependimento.



“Não há cura, há arrependimento! O grande equívoco da religiosidade é impor a morte do desejo homoafetivo para quem viveu esse pecado. O desejo não morre, ele é controlado pelo poder de nossa nova natureza em Jesus. O Espírito Santo é o novo condutor de nossa vida, o santo freio dos nossos impulsos.” declarou.