Após 3 anos, polícia prende empresário que matou ator Rafael Miguel Após 3 anos foragido, foi preso nesta segunda-feira (16) o autor dos disparos que mataram o ator Rafael Miguel (22) e os pais dele. Paulo Cupertino Matias foi localizado em São Paulo por policiais da 6ª Seccional. Ele foi encaminhado para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul de São Paulo.

Cupertino passará a noite no 77º DP e na terça (17) pode ser encaminhado a um Centro de Detenção Provisória (CDP), já que tem prisão preventiva decretada pela Justiça.

Na delegacia, ele negou os crimes. “Eu sou inocente. Não matei ninguém”.

No entanto,  Vídeos gravados por câmeras de segurança no dia do crime, 09 de junho de 2019, mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais do ator: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.

De acordo com o Ministério Público, cometeu o crime porque não aceitava o namoro de Isabela Tibcherani, a sua filha de 18 anos à época, com o artista.

Rafael era conhecido por ter interpretado o personagem Paçoca na novela "Chiquititas", do SBT, e trabalhado em um famoso comercial em que uma criança pede brócolis à mãe. Ele também atuou em novelas da Globo, como “Pé na Jaca”, “Cama de Gato” e o especial de fim de ano “O Natal do menino imperador”.

No site da Polícia Civil paulista, o nome de Cupertino aparecia como o primeiro de uma lista de 17 criminosos mais procurados pelas forças de segurança do estado. Não havia pagamento em dinheiro como recompensa para quem tivesse informações sobre o paradeiro do empresário.

De acordo com as investigações do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa de São Paulo, Cupertino contou com a ajuda direta de pelo menos quatro amigos, que são investigados por suspeita de esconderem o criminoso.

Dois desses amigos do empresário se tornaram réus na Justiça por supostamente ajudarem o fugitivo. Eles respondem em liberdade pelo crime de favorecimento pessoal. São eles: Eduardo Jose Machado, o 'Eduardo da Pizzaria', dono de uma pizzaria na Zona Sul de São Paulo; e Wanderley Antunes Ribeiro Senhora, que mora em Sorocaba, no interior paulista.