Cinema: Código do Armagedom reúne elenco com Bruna Karla e Felipe Folgosi

Uma viagem ao exterior muda a história de três irmãos, que se deparam com um antigo tesouro do avô que os levará a maior aventura de suas vidas na descoberta da existência de uma antiga ordem mundial que pretende interferir nos acontecimentos do fim dos tempos.

Essa é sinopse de “Código do Armagedom”, primeira produção nacional para os cinemas que mistura ação, aventura e os mistérios em volta das profecias descritas no livro do Apocalipse. Com roteiro, direção e produção de Daniel Friesen, da Savd Filmes, o longa tem previsão de lançamento nos cinemas no segundo semestre deste ano, com distribuição da 360 WayUp.

O trailer do filme está disponível no YouTube e, pelas imagens divulgadas, o projeto tem tudo para agradar cinéfilos de todas as idades.

- A ideia surgiu a partir da inspiração de uma leitura em Apocalipse 12, onde diz que a cobra se transformou num dragão. Minha mente ficou totalmente fértil e pensei como essa metamorfose acontece. Marine e eu somos os autores desse roteiro e começamos a desenvolver a ideia com a ajuda do meu tio João Friesen em um trabalho bem demorado. Levamos de 2 a 4 anos até esse roteiro ser concluído e lapidado - explica Daniel.

O elenco conta o casal Daniel e Marine Friesen, os cantores Bruna Karla e Sandro Alcântara, DJ Naudão, o ex-jogador tetracampeão Jorginho e os atores Felipe Folgosi, Antonio Birman, Arnobio Oliveira e Luiz Carlos Gonsalvez.

O longa tem imagens filmadas no Rio de Janeiro e no Paraná e, também, no exterior, como as cidades de Cairo e Saqqara, no Egito, e na Alemanha. Além disso, a produção está repleta de efeitos especiais, com direito a perseguições a cavalo e explosões, sem fazer uso de Chroma Key.

- A pesquisa foi bastante abrangente porque todos os fatos citados durante o filme são verídicos. Quis manter a autenticidade das informações e trazer essa pegada de caça do tesouro, aventura, romance e sair um pouco do padrão de filmes cristãos. Mas mantendo a mensagem principal do Evangelho e acredito que a gente conseguiu fazer isso com grande êxito. A expectativa está alta demais - comemora o diretor, que vai mostrar uma jornada cheia de aventuras, segredos e descobertas de artefatos escondidos ao redor do mundo.

CONHEÇA MAIS DO TRABALHO DE DANIEL FRIESEN


Diretor de várias produções artísticas e de audiovisual/musical filmadas no Brasil, na Áustria e na Alemanha, Daniel Friesen dirigiu seu primeiro longa-metragem aos 12 anos de idade. Nascido em lar cristão, ele fez vários cursos na área de audiovisual, inclusive na renomada SAE Institute, em Munique, na Alemanha, e nas escolas de cinema de Nova York.

- Eu acredito que a pessoa que só fez técnica sem criatividade vira uma coisa superficial. Deus me deu um dom a mais e gosto muito daquilo que faço, mas não paro de aprender e estudar. 

Defensor da arte como forma de evangelizar e anunciar o Evangelho de Cristo, Daniel se inspira na carreira do diretor Christopher Nolan, responsável por longas como a trilogia “Batman” e “A Origem”, e dos irmãos Kendrick, grandes expoentes do cinema cristão e que produziram obras, como “Mostra-me o Pai” e “Quarto de Guerra”.

- Acredito que as artes são um canal de mensagem muito forte e o audiovisual é a moeda da vez. Acredito que precisamos ter conteúdo mais diversificado e precisamos alcançar mais faixa etárias sem algo óbvio e padrão. Os Kendrick são os primeiros que conseguiram sair da caixa mesmo com histórias bem redondinhas. Existem espaços para outros gêneros dentro do cinema cristão e só quem trabalha nesse meio pode fazer avançar no entretenimento. Existem tantas possibilidades, tanto espaço para tanta gente. Com “Código do Armagedom” nós queremos fazer um marco com a produção cristã num longa-metragem.

Bastante entusiasmado com o mercado do cinema cristão no Brasil, Daniel Friesen já tem outros cinco roteiros prontos para ganharem vida nas telas. Em agosto, ele inicia as gravações do filme pós-apocalíptico “Até Que o Fim nos Separe”, que será lançado diretamente no streaming.

Assista ao trailer de “Código do Armagedom” no YouTube: