São Gonçalo abre pontos de apoio para desalojados pelas chuvas A Prefeitura de São Gonçalo, por meio da Secretaria de Assistência Social, abriu mais dois pontos de apoio para prestar auxílio aos moradores de áreas afetadas pela forte chuva que caiu sobre o município. De forma preventiva, agora, além dos três pontos de apoio abertos, nos bairros do Jardim Catarina, na Escola Municipal Aida Vieira; no Salgueiro, na Quadra do Salgueiro, na Rua Capitão Antônio Franklin; na Palmeiras, na Escola Municipal Marcílio Dias, a cidade conta com o ponto na Escola Municipal Belarmino Ricardo Siqueira, no Luiz Caçador; e na Escola Municipal Deputado José Carlos Brandão Monteiro, no bairro Novo México.

Na Quadra do Salgueiro, cinco famílias foram temporariamente alojadas. O local abriga 34 pessoas, sendo 18 adultos e 16 crianças; na Escola Municipal Aida Vieira, no Jardim Catarina, estão alojadas 28 pessoas, sendo 22 adultos e seis crianças; na Escola Municipal Marcílio Dias, na Marinha, são 13 pessoas, sendo oito adultos e cinco crianças; na Escola Municipal Belarmino Ricardo Siqueira, no Luiz Caçador, foram abrigadas 15 pessoas, sendo oito adultos e sete crianças; e na Escola Municipal Deputado José Carlos Brandão Monteiro, no Novo México, foram abrigadas nove pessoas, sendo quatro adultos e cinco crianças. Equipes da Secretaria de Assistência Social estão atendendo as famílias, que recebem refeições, doações de roupas e kits de higiene pessoal.
No temporal do último sábado (30/04), um homem morreu e quatro pessoas tiveram ferimentos leves após o carro em que estavam cair em um valão na Rua Dona Dntônia, no bairro Monjolos.

No temporal do último sábado (30/04), um homem morreu e quatro pessoas tiveram ferimentos leves após o carro em que estavam cair em um valão na Rua Dona Antônia, no bairro Monjolos.

Os bairros mais afetados pelo acúmulo de água foram Trindade, Porto Velho, Barro Vermelho, Jardim Catarina, Sacramento, Pita, Engenho Pequeno, Zumbi e Vista Alegre.

A população pode solicitar auxílio através do aplicativo Colab ou pelo telefone da Defesa Civil (21) 98737-0807.

Confira os endereços dos pontos de apoio:

– Escola Municipal Aida Vieira, Avenida Santa Catarina, no Jardim Catarina;

– Quadra do Salgueiro, Complexo do Salgueiro;

– Escola Municipal Marcílio Dias, Estrada das Palmeiras, em Itaúna;

– Escola Municipal Belarmino Ricardo Siqueira, Rua Evaristo da Veiga, no Luiz Caçador;

– Escola Municipal Deputado José Carlos Brandão Monteiro, Rua Carlos Walter Hisserich, no bairro Novo México.

Volta à normalidade

O município de São Gonçalo começa a voltar ao seu estado de normalidade, após a intensa chuva que atingiu a cidade na sexta-feira e sábado passados. Esse trabalho de reorganização dos bairros que foram afetados foi possível através de uma integração entre as secretarias. Neste domingo, dia 1º de maio, “Dia do Trabalhador”, os profissionais das secretarias de Conservação e Assistência Social estiveram nas ruas da cidade garantindo apoio e assistência à população gonçalense.

Na organização e manutenção das vias públicas, funcionários da Secretaria de Conservação realizam ações de limpeza, com auxílio de caminhões e retroescavadeiras, desobstruindo redes de esgoto e de águas pluviais. Equipes dos Departamentos de Conservação e Obras atuam nos bairros de Santa Izabel, Vista Alegre, Sacramento, Covanca, Boaçu, Coelho, Laranjal, Zumbi e outras regiões do município.

A Secretaria de Assistência Social se mobilizou, criando uma rede de acolhimento humano, abrindo cinco pontos de apoio nos bairros do Jardim Catarina, Palmeiras, Salgueiro, Luiz Caçador e Novo México para auxiliar os desalojados que tiveram suas residências invadidas pelo nível da água. Serviços de orientação, alimentação, kits de higiene pessoal e contação de histórias às crianças têm sido realizados pela pasta nos abrigos.

O prefeito Capitão Nelson agradeceu ao empenho das equipes em atender as necessidades da população nas últimas horas.

“Aos poucos, conseguimos voltar à normalidade. As equipes de Conservação, mesmo nesse feriado de 1º de maio, estão trabalhando incansavelmente para que possamos reorganizar a cidade. Os profissionais estão nas vias que foram atingidas, removendo os galhos de árvores, fazendo toda a parte de limpeza necessária nas redes pluviais para o escoamento da água. A Assistência Social tem prestado apoio oferecendo abrigo, alimentação e kits de higiene pessoal para as pessoas que ficaram desabrigadas. Essas ações estão sendo feitas por equipes de profissionais que, igual a mim, tem buscado mudar a nossa cidade. Quero agradecer a todas que se mobilizaram durante esses dias. Temos feito um grande trabalho, cuidando da nossa cidade e isso não poderia ser possível sem auxílio desses servidores”, afirmou o prefeito.