Pastor impede mulher de cometer suicídio

Uma mulher que iria cometer suicídio, ao tentar se jogar de uma ponte na cidade de Paraguaçu Paulista/SP, foi impedida pelo pastor Paulo Costa, na noite de sábado (07), que passava pelo local depois de participar de um culto.



De acordo com relatos do pastor na rede social, em seu trajeto com destino à sua cidade, Assis/SP, ao passar pela ponte, ele percebeu uma mulher encostada no parapeito se preparando para tirar a sua própria vida.



Paulo Costa relata que, ao ver aquela cena, foi tocado por algo surpreendente e resolveu voltar para ver se poderia ajudá-la.



“Quando eu voltei era mesmo uma mulher sozinha, aos prantos, olhando para baixo pensando na pior decisão que se deveria tomar naquele momento. Cheguei meio calmo, conversando com ela, distraindo, até conseguir tirá-la da beirada daquela ponte”, contou o pastor em sua rede social.



Na publicação, Paulo Costa disse que a mulher estava desesperada e não conseguia falar, chorava muito e olhava para baixo.



“Ofereci uma oração e perguntei se poderia leva-la até a sua casa, mas ela continuou calada e chorando”, declara o pastor que conseguiu pegar o telefone de um familiar dela e pedir apoio.



Enquanto o familiar não chegava, o pastor segurou bem firme a mulher e falou palavras de encorajamento.



“Dizia que tudo daria certo na vida dela e que os momentos da vida são passageiros, logo tudo se resolveria. Tentei consolar até que a família chegou ao local e a levou para casa”.



Ao contar o caso da tentativa de suicídio, o pastor usou seu espaço na rede social para dizer que depressão não é frescura.