Primeira-dama sugere e  serviços para receber denúncias de violência terão videochamadas Michelle Bolsonaro tem se mostrado uma primeira-dama ativa. Depois de surpreender na cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro como a primeira esposa de um mandatário a discursar, ela tem dado sugestões em prol dos menos favorecidos.



Seu ativismo em favor das pessoas com deficiência auditiva a levou a sugerir que os serviços do Disque 100 e Ligue 180, que recebem denúncias de violência contra a mulher e violação de direitos humanos, passem a contar com atendimento por videochamada.



Pedido feito e aceito! A orientação constará no edital para contratação das empresas que administrarão esses serviços, em fase final de elaboração pelo ministério de Damares Alves (Mulher e Família).



Também serão incluídos canais de denúncia em redes sociais e aplicativos de mensagem.



Esta semana, a pedido da primeira-dama, o Ministério da Economia anunciou que vai rever o Artigo 28 da proposta de reforma da Previdência que prevê que pessoas com deficiência intelectual com grau leve ou moderado deixem de receber pensão em caso da morte dos pais.

Siga-nos