Publicidade

Primeira-dama sugere e  serviços para receber denúncias de violência terão videochamadas Michelle Bolsonaro tem se mostrado uma primeira-dama ativa. Depois de surpreender na cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro como a primeira esposa de um mandatário a discursar, ela tem dado sugestões em prol dos menos favorecidos.



Seu ativismo em favor das pessoas com deficiência auditiva a levou a sugerir que os serviços do Disque 100 e Ligue 180, que recebem denúncias de violência contra a mulher e violação de direitos humanos, passem a contar com atendimento por videochamada.



Pedido feito e aceito! A orientação constará no edital para contratação das empresas que administrarão esses serviços, em fase final de elaboração pelo ministério de Damares Alves (Mulher e Família).



Também serão incluídos canais de denúncia em redes sociais e aplicativos de mensagem.



Esta semana, a pedido da primeira-dama, o Ministério da Economia anunciou que vai rever o Artigo 28 da proposta de reforma da Previdência que prevê que pessoas com deficiência intelectual com grau leve ou moderado deixem de receber pensão em caso da morte dos pais.