Cartão Mulher Carioca será pago para órfãos do feminicídio na cidade do Rio de Janeiro A Secretaria de Políticas e Promoção da Mulher vai estender o auxílio financeiro do Cartão Mulher Carioca, para as crianças e adolescentes até 18 que ficaram órfãs em decorrência de um feminicídio a partir do dia 02 de maio. O Cartão Mulher Carioca - Órfãos do Feminicídio será disponibilizado de forma emergencial para famílias de mulheres que tenham sido vítimas de feminicídio na cidade do Rio de Janeiro a partir de janeiro de 2022. O valor mensal é de R$ 400 para cada um dos filhos da vítima durante seis meses, podendo ser prorrogado por até mais seis meses.

O auxílio será administrado por quem estiver com a guarda provisória ou a tutela das crianças. Para receber, é preciso que a família responsável por esses filhos possua renda máxima de 1 salário mínimo, more na cidade do Rio de Janeiro e seja atendida por um dos equipamentos da Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher para inscrição no Programa.

O cartão também estará disponível para os filhos de até 24 anos, que sejam dependentes da vítima, ou comprovarem matrícula na rede de ensino oficial, ou ainda que apresentem invalidez permanente conforme laudo médico. As mulheres guardiãs ou representantes legais desses órfãos serão inseridas de forma prioritária nos cursos de capacitação do Programa "Mulheres do Rio" ou em outras políticas públicas e projetos da Secretaria.

Neste momento, a Secretaria da Mulher realiza o mapeamento dos casos já ocorridos e registrados neste ano na Rede de Enfrentamento à Violência contra a Mulher no Rio para oferecer o auxílio financeiro. "As famílias serão atendidas pelo CEAM Chiquinha Gonzaga e pelos Núcleos Especializados de Atendimento à Mulher (NEAM) nas Casas da Mulher Carioca de Madureira e de Realengo para acolhimento, cadastro do benefício e encaminhamento dos outros serviços da Prefeitura. Ao longo de maio, a Secretaria também fará a busca ativa dos casos identificados como feminicídio para informar sobre o benefício e concedê-lo às famílias que se encaixam nos critérios", explicou a Secretária da Mulher, Joyce Trindade.

CEAM Chiquinha Gonzaga
Rua Benedito Hipólito, 125 - Centro
(21) 2517-2726 / 98555-2151

NEAM - Casa da Mulher Carioca Tia Doca
Rua Júlio Fragoso, 47 – Madureira
(21) 2452-2217 / 3796-0228

NEAM - Casa da Mulher carioca Dinah Coutinho
Rua Limites, 1349 – Realengo
(21) 3464-1870