Garis da Comlurb suspende greve por conta dos riscos de alagamentos

O sindicato que representa os garis da Comlurb determinou a suspensão temporária da greve devido à forte chuva que atinge o Rio de Janeiro desde a noite de ontem (31/03). O movimento entraria hoje no quinto dia. Agora, os garis seguem trabalhando pelo menos até segunda-feira (04).

Na tarde de ontem, os garis haviam anunciado que continuariam em greve. A decisão foi votada em uma assembleia da categoria, que já estava de braços cruzados há quatro dias.

Decisão sensata diante do risco de mais alagamentos, uma vez que deixar o lixo na rua provoca entupimento dos bueiros e consequentes alagamentos. Moradores da zona norte da capital fluminense relataram que ruas no Rio Comprido, Praça da Bandeira, Tijuca e São Cristóvão alagaram completamente. No Jardim Botânico, Botafogo, Gávea, Rocinha e Copacabana, na zona sul, a chuva transformou as ruas em rios. Na zona oeste também houve registros de bolsões d'água, no Recreio dos Bandeirantes, na Barra da Guaratiba e em Guaratiba.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou que o município passou do estágio de alerta para mobilização às 6h15 desta sexta-feira, devido à redução dos acumulados de chuva nas últimas horas. A Defesa Civil pede para que as pessoas evitem sair de casa hoje, a menos que morem em área de risco. E em caso de emergência, liguem para o 199.