Frente fria derruba temperaturas em quase todo o Brasil Uma grande e forte frente fria avançou pelo centro-sul do Brasil nessa quarta-feira (30) e alcançou o estado de São Paulo hoje (31), influenciando as condições do tempo em todo o estado e também no Rio de Janeiro e no centro-sul de Minas Gerais nestes próximos dias. 


Hoje e amanhã o sistema frontal avança sobre o Sudeste, auxiliando na formação de muitas áreas de instabilidades ao longo deste período. Há previsão de pancadas de chuva frequentes, inclusive com risco alto de temporais e com tendência de elevados acumulados de chuva, principalmente no Litoral de São Paulo e na Serra do Mar, em especial na Baixada Santista e entre o Grande Rio, Costa Verde, região Serrana e Lagos. O vento sopra forte e as rajadas mais intensas podem variar, em média, de 60 a 80 km/h.


No sábado (02) a chuva ainda ocorre a qualquer hora em muitas áreas do centro-leste e litoral de SP, assim como no centro-sul do Rio de Janeiro, e ainda pode ser frequente e volumosa.


A Climatempo alerta para o risco de enchentes, transbordamento de córregos e rios, alagamentos, potencial para queda de árvores e deslizamento de terra.

Friagem
Uma acentuada queda da temperatura atingiu a maioria das áreas do Sul do Brasil, por causa da forte frente fria que avança sobre a Região. A massa de ar frio de origem polar desta frente fria já derrubou a temperatura e os níveis de umidade do ar em áreas da Argentina e do Uruguai. 

Friagem atípica no Norte do Brasil
 
No Brasil, o mês de março termina excepcionalmente frio na Região Sul, em parte de São Paulo e de Mato Grosso do Sul. O ar frio de origem polar avança sobre Rondônia e Acre causando uma friagem incomum para o início de abril.


A forte queda da temperatura será mais um problema para população do Acre que vem enfrentando as cheias dos rios.
 
Porto Alegre poderá ter o final de março mais frio dos últimos 8 anos


A temperatura cai mais nesta quinta, e Porto Alegre poderá ter o final de março mais frio dos últimos 8 anos. A Climatempo prevê 11°C de temperatura mínima para este dia. A última vez que a capital gaúcha teve uma temperatura mínima em março com dígito na marca dos 11°C foi em março de 2014, quando a mínima foi de 11,8°C, em 23 de março de 2014, pela medição do Inmet.


Recordes de frio à vista em várias capitais
Por causa da passagem desta massa de ar frio, todas as capitais da Região Sul, São Paulo, Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho e Rio Branco.