Greve dos rodoviários do Rio é suspensa e serviço deve ser normalizado até 14h O Sindicato dos Rodoviários do Rio decidiu, no meio da manhã desta terça-feira (29), suspender a greve iniciada à zero hora. A Secretaria Municipal de Transportes prevê que sistema volte ao normal até as 14h.

“O Sintrucad-Rio teve informações não oficiais de que, novamente, o Judiciário atendeu ao pedido dos patrões para impedir a greve iniciada nesse dia”, informou o sindicato, em nota.

A paralisação já tinha sido considerada ilegal pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que impôs ao sindicato multa de R$ 200 mil por dia de descumprimento. A entidade alegou não ter sido notificada.

O Rio Ônibus, que representa as empresas, disse que “essa greve veio na hora errada”. “Encaramos essa decisão do sindicato de suspender a greve bem sensata, porque vem no sentido de cumprir uma determinação judicial. As negociações vão continuar, mas sem que a população seja prejudicada”, afirmou Paulo Valente, porta-voz do Rio Ônibus.

A manhã foi marcada por aglomerações em vários pontos de ônibus e nas principais estações do BRT na cidade. Na Estação Santa Cruz, uma das principais da Zona Oeste do Rio, passageiros enfrentavam empurra-empurra em busca de um lugar em um dos ônibus que saíam em direção ao Terminal Alvorada.