Covid-19: crianças infectadas ganham imunidade natural, diz estudo Crianças que já foram infectadas pelo Coronavírus desenvolvem anticorpos naturais que duram pelo menos sete meses, segundo um novo estudo.

A pesquisa mostrou que, enquanto 96% dos infectados com Covid-19 continuaram a ter anticorpos até sete meses depois, bem mais da metade (58%) das amostras foram negativas para anticorpos induzidos por infecção em sua terceira e última medição.

"Essas descobertas são importantes porque as informações que coletamos de crianças infectadas com Covid-19 não diferem em nada se uma criança era assintomática, a gravidade dos sintomas, quando tinha o vírus, estava com peso saudável ou tinha obesidade, ou por gênero. Foi o mesmo para todos", disse a pesquisadora Sarah Messiah, da Universidade do Texas Health em Houston.

Para o estudo, publicado na revista 'Pediatrics', a equipe examinou dados de 218 crianças e adolescentes em todo o estado do Texas entre 5 e 19 anos que foram inscritos na pesquisa Texas CARES que começou em outubro de 2020 para avaliar o anticorpo Covid-19 status ao longo do tempo entre uma população de adultos e crianças no Texas.

Os voluntários que se inscreveram para o estudo forneceram aos pesquisadores três coletas de sangue separadas. As amostras foram coletadas antes do lançamento da vacina e durante as variantes Delta e Omicron. Até o momento, os pesquisadores concluíram três fases diferentes do estudo.

O pesquisador disse que os resultados são apenas um passo para entender o impacto do vírus nas crianças.