Outono começa com previsão de chuva forte e queda de temperatura na cidade do Rio de Janeiro

De acordo com o Sistema Alerta, neste domingo (20), primeiro dia do outono, há previsão de pancadas de chuva com intensidade moderada a forte, a partir da tarde, acompanhadas de raios e rajadas de ventos com intensidade moderada (entre 18,5 km/h e 51,9 km/h) a forte (entre 52 km/h a 76 km/h) devido à passagem de uma frente fria pela cidade do Rio de Janeiro. Os modelos numéricos de previsão do tempo indicam estimativa média de chuva de 30 mm para toda a cidade neste dia.



– A chuva mais intensa está prevista para acontecer entre a noite de domingo e madrugada de segunda-feira, período que os acumulados de chuvas poderão ser elevados em alguns pontos – destacou Raquel Franco, meteorologista do Alerta Rio.



Na segunda-feira (21), após a passagem da frente fria, ventos úmidos vindos do oceano vão manter o tempo instável na capital. A previsão é de chuva moderada a forte durante os períodos da madrugada e manhã. A tendência é que a chuva continue no período da tarde, mas com diminuição da intensidade, passando a ser fraca a moderada. Os ventos vão continuar moderados a forte ao longo do dia. Os modelos numéricos de previsão do tempo indicam estimativa média de chuva de 30 mm para toda a cidade neste dia.



O Alerta Rio ressalta que os modelos numéricos de previsão do tempo apontam chuva mais intensa entre a noite de domingo (20) e a madrugada de segunda-feira (21), podendo registrar 40 mm em alguns pontos.



Ainda a partir deste domingo, as temperaturas estarão em declínio acentuado, com máxima prevista de 33° C. Já na segunda, a máxima não deve ultrapassar 27 °C.



O Sistema Alerta Rio monitora as condições do tempo 24 horas, e todas as atualizações são divulgadas nos canais do Centro de Operações Rio (COR). O cidadão pode acompanhar, em tempo real, todas as informações sobre as condições do tempo no perfil do COR no Twitter (twitter.com/OperacoesRio) e no aplicativo COR.Rio, versões iOS (bit.ly/appcor_ios) e Android (bit.ly/appcor_android).



Curiosidades do outono



A nova estação começa às 12h33 deste domingo e vai até as 6h14 do dia 21 de junho. Já no primeiro dia de outono haverá o equinócio, quando o dia e a noite terão a mesma duração: 12 horas cada um. O fenômeno acontece porque o sol fica alinhado ao Equador e emitindo a mesma quantidade de luz para os hemisférios Norte e Sul.



Dados do Sistema Alerta Rio, levantados entre 1997 e 2021, apontam que no mês de março a cidade do Rio de Janeiro costuma ter 17 dias com chuva e 14 dias sem chuva. As médias das temperaturas máxima e mínima são, respectivamente, de 33,2°C e 20,3°C.



– O outono é a estação com maior ocorrência de frente fria que influencia o tempo na cidade. É uma estação de transição entre o verão e o inverno, então no início tem características das duas estações. Outro destaque é a amplitude térmica, quando as mínimas ficam mais baixas e as máximas podem ser elevadas. Também é mais frequente a ocorrência de névoa – explicou Raquel Franco.



Neste mês, a chuva na capital ainda é influenciada pelas áreas de instabilidade formadas pelo calor e alta umidade, pelas zonas de convergência do Atlântico Sul (ZCAS) e pelas frentes frias que passam pelo município do Rio.



Recomendações em caso de chuva forte com raios e ventos fortes:

– Permaneça em local seguro e evite áreas com alagamentos;



– Não caminhe em áreas alagadas, pois há perigo de correnteza e de ferimentos com objetos, quedas em buracos sob a água, além de risco de doenças;



– Não fique próximo à beira de córregos e rios;



– Nunca force a passagem de carros em vias alagadas;



– Afaste-se de árvores, terrenos abertos e coberturas metálicas, além de precipícios, encostas e lugares altos sem proteção;



– Evite passar sob cabos elétricos, outdoors, andaimes, escadas;



– Não permaneça em piscinas, rios e lagos;



– Evite a prática de esportes ao ar livre, especialmente no mar;



– Não toque em objetos de metal ou elétricos;



– Feche as janelas, basculantes e portas para evitar canalizações de ventos no interior de casa;



– Feche persianas, cortinas ou blecautes para evitar que estilhaços se espalhem, no caso de alguma janela quebrar;



– Banhos só quando terminar a chuva;



– Evite usar o telefone durante a chuva;



– Desligue aparelhos elétricos e feche o registro de gás;



– Fique atento: se houver falta de luz, cuidado com o uso de velas para evitar incêndios;



– Não estacione próximo a torres de transmissão e placas de propaganda.



As orientações de segurança foram elaboradas pela Defesa Civil do Estado (Sedec-RJ) e pelo Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro.