Bandeira verde: Rio tem risco muito baixo para Covid A 72ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada na sexta-feira (11) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostra que o estado do Rio de Janeiro voltou para a bandeira verde (risco muito baixo) após um período de três meses. A análise compara a sétima semana epidemiológica (SE 07) deste ano, 13 de fevereiro a 19 de fevereiro com a nona semana (SE 09), 27 de fevereiro a 05 de março.

- Depois de três meses, estamos voltando à bandeira verde, com risco muito baixo para a Covid-19. Isso consolida a queda na onda de transmissão da Ômicron, que foi responsável pelo maior pico de casos desde o início da pandemia. Com a evolução na campanha de vacinação, essa explosão do número de casos não se refletiu na demanda por internação nem no número de óbitos – disse o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

O mapa desta semana mostra que a Região Metropolitana I saiu da bandeira amarela (risco baixo) e está em bandeira verde (risco muito baixo). A Região Metropolitana II se manteve em bandeira verde (risco muito baixo). A Região Centro-Sul também apresentou melhora, saindo da bandeira laranja (risco moderado) para a bandeira amarela (risco baixo). As regiões do Médio Paraíba, Serrana, Norte, Baixada Litorânea e Baía da Ilha Grande permaneceram com bandeira amarela (risco baixo). A Região Noroeste se manteve em bandeira laranja (risco moderado).

No período analisado, o número de internações caiu 88,78%, saindo de 214, na SE 07, para 24, na SE 09. Os óbitos reduziram 79,54%, passando de 220, na SE 07, para 45, na SE 09. Os indicadores apontaram que, no período de 01 a 08 de março, a taxa de positividade para SARS-CoV-2 em testes RT-PCR realizados em unidades de saúde do estado foi de 5%. Nesta quinta-feira (10.03), a taxa de ocupação de leitos para Covid-19 estava em 17,9% para UTI e 10,3% para enfermaria.