Analistas sugerem que presidente da Rússia tem câncer terminal A invasão de Vladimir Putin da vizinha Ucrânia transformou a Rússia em um estado pária, provocando uma série de sanções e condenação internacional. A invasão em si não foi até agora o sucesso que Putin esperava. E agora alguns observadores – especialistas e usuários de mídia social – sugeriram que a saúde do presidente russo, de 69 anos, estaria comprometida.

A alegação de que Putin tem câncer terminal de intestino e que sua condição motivou a invasão da Ucrânia foi feita recentemente por um alto almirante da Marinha Real.

Falando para crianças na Portsmouth Grammar School, em 4 de março, o ex-aluno e veterano das Malvinas, o contra-almirante Chris Parry disse: “Ele tem usado essas mesas muito longas para entrevistar pessoas.

“Acho que o sistema imunológico dele pode estar suprimido no momento. Então ele é um homem com pressa."

As observações - referindo-se a fotos de Putin se encontrando com o presidente francês Emmanuel Macron em uma mesa enorme foram relatadas pela imprensa mundial. Mas o mesmo não ocorreu por ocasião da visita do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

Até o momento, não houve confirmação oficial sobre o estado de saúde de Putin.

O jornal britânico Daily Star cita uma fonte anônima de inteligência dos EUA que apoia as alegações sobre a saúde de Putin, que afirmou que seu 'rosto inchado', visto em fotografias recentes, é um efeito colateral de drogas quimioterápicas ou esteróides.

O ex-oficial de inteligência militar, que agora trabalha no Pentágono, disse ao Reach que os analistas estão estudando Putin e acreditam que ele está gravemente doente.

A fonte disse: “No passado, vimos ele sorrir, mas em 2022 há poucas fotos dele parecendo feliz.

"Seu olhar sugere que ele está com dor e nosso pessoal sugere que seu olhar de raiva é provavelmente o resultado de ele estar em agonia.

“Nosso pessoal está confiante de que ele está doente – ele está preocupado com o Covid, pois mantém sua equipe à distância”.

O jornal The Sun cita observações nas redes sociais de que o líder russo parece "cinzento e inchado" em fotos oficiais divulgadas pelo Kremlin.

Putin construiu uma imagem como uma figura de homem forte liderando a Rússia e posou para fotos competindo no judô e sem camisa em um cavalo.

Mas em 1º de março, fotos oficiais do presidente reunido com o governador de São Petersburgo, Alexander Beglov, provocaram novas alegações sobre sua saúde.

O que os especialistas disseram?
Fiona Hill , pesquisadora sênior do Centro sobre os Estados Unidos e a Europa no programa de Política Externa da Brookings, foi citada pelo jornal Politico dizendo : " Putin não parece tão bom, ele está com o rosto inchado.

"Sabemos que ele reclamou de problemas nas costas. Mesmo que não seja algo pior do que isso, pode ser que ele esteja tomando altas doses de esteróides, ou pode haver outra coisa. Parece haver uma urgência para isso que pode ser também impulsionado por fatores pessoais.”

De acordo com as análises, este seria o legado que Putin gostaria de deixar ao mundo. Em 11 dias, a guerra já matou mais de 350 civis ucranianos e obrigou cerca de 1,5 milhão de pessoas a se refugiarem em outros países. Estes são números oficiais, mas a ONU acredita que o conflito tenha feito muito mais vítimas até o momento.