Avião da FAB decola nesta segunda-feira para buscar brasileiros na Ucrânia Governo Brasileiro informou que uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) deve fazer o resgate de brasileiros que estão sendo evacuados da Ucrânia. A operação, por determinação da Presidência da República, será coordenada pelos Ministérios da Defesa e das Relações Exteriores (MRE).

O avião, modelo KC-390 Millennium, tem previsão de decolar de Brasília na tarde desta segunda-feira (07) com destino a Varsóvia, na Polônia, onde os cidadãos devem embarcar para o Brasil, conforme definições do MRE.

Do Brasil, a aeronave vai transportar 11,5 toneladas de material de ajuda humanitária às vítimas do conflito. Durante o trajeto, serão realizadas paradas técnicas em Recife (PE), Cabo Verde e Lisboa. A chegada de volta ao Brasil está prevista para a manhã de quinta-feira (10).

Desde o início dos conflitos, o Governo Federal, por meio do MRE e de suas Embaixadas em Kiev e em outros países do Leste Europeu, já apoiou a saída de mais de 100 brasileiros da Ucrânia. Eles se dirigiram a países fronteiriços, principalmente para a Polônia e Romênia. O Itamaraty informa que continua a prestar assistência consular a brasileiros que estejam na região.

Na última terça-feira (01/03), o MRE anunciou a abertura de dois postos de atendimento consular nas cidades de Lviv, localizada próxima à fronteira com a Polônia e para onde os brasileiros têm se dirigido, e em Chisinau, capital da Moldávia. Essa última tem objetivo de facilitar a assistência a brasileiros que buscam a saída da Ucrânia via Romênia.

Os postos de atendimento em Lviv e Chisinau complementam as medidas do Governo Federal de apoio aos brasileiros, de confecção de documentos de viagem e de retirada, ordenada e segura deles do território ucraniano.

A equipe na Polônia coordenou a partida de servidores do Itamaraty de Varsóvia para Lviv. Eles estão levando kits de primeira necessidade aos brasileiros em saída das regiões em conflito na Ucrânia. Em Lviv, esse grupo se somará à equipe da embaixada brasileira na Ucrânia, para a montagem de centro de apoio a brasileiros que desejem deixar o país.

Com a deterioração da situação de segurança em Kiev, embaixadas de vários países da região têm estabelecido missões de apoio fora da capital da Ucrânia.

A Embaixada do Brasil na Romênia montou um posto avançado na cidade de Siret, na fronteira com a Ucrânia, para reforçar a acolhida a brasileiros em saída do país vizinho. Até o momento, mais de 130 brasileiros ingressaram em território romeno.

A comunidade brasileira na Ucrânia, antes do conflito, era estimada em aproximadamente 500 pessoas.

Contatos

Em casos de emergência, o plantão consular brasileiro pode ser contatado pelo número de telefone +55 61 98260-0610. A Embaixada em Kiev continua transmitindo orientações por meio de mensagens em seu site, em sua página no Facebook e em grupo do aplicativo Telegram.