Trump critica a forma como Biden lida com a Rússia O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, denunciou a resposta do presidente Joe Biden à invasão da Ucrânia pela Rússia, dizendo que isso não teria acontecido sob seu comando.

Após alguns meses de tensões entre os dois países, o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou que as tropas russas invadissem a Ucrânia na quinta-feira (24), em parte sob o pretexto de defender a independência declarada das províncias do leste ucraniano de Donetsk e Luhansk.

Falando na Conferência de Ação Política Conservadora na noite de sábado (26) por quase 90 minutos, Trump expressou seu apoio ao povo da Ucrânia e denunciou a forma como Biden lidou com o conflito.

“O ataque russo à Ucrânia é terrível. É um ultraje e uma atrocidade que nunca deveria ter ocorrido”, disse Trump. “Estamos orando pelo orgulhoso povo da Ucrânia. Deus abençoe a todos”.

“Esse desastre horrível nunca teria acontecido se nossa eleição não fosse fraudada e se eu fosse o presidente. Muito simples, não teria acontecido.”

Trump passou a apontar que a Rússia invadiu a nação da Geórgia sob o ex-presidente George W. Bush e que a Rússia anexou a Península da Crimeia sob o ex-presidente Barack Obama.

“Sob Biden, a Rússia invadiu a Ucrânia”, continuou ele. “Sou o único presidente do século 21 sob cuja vigilância a Rússia não invadiu outro país.”

“Eu dei à Ucrânia os [ mísseis antitanque Javelin ] de que todo mundo está falando agora, e milhões de dólares em outros equipamentos militares. A administração Obama deu-lhes cobertores.”

Trump continuou dizendo que, quando era presidente, “o mundo era um lugar pacífico porque a América era forte e a percepção de nosso país talvez fosse como nunca antes: poderosa, astuta e inteligente”.

Trump falou sobre alertar a Organização do Tratado do Atlântico Norte sobre “o perigo da Rússia” antes da atual invasão da Ucrânia e comparou seu histórico de conflitos no exterior com as alegações feitas contra ele por oponentes políticos.

“Você se lembra, porém, quando tantas pessoas no Partido Democrata e durante os debates disseram 'ele vai nos levar à Terceira Guerra Mundial'”, continuou Trump. “Sou eu que não tive guerras. Fui eu quem nos tirou das guerras.”

Tanto antes quanto depois de ser eleito presidente em 2016, Trump enfrentou alegações de que era um defensor ferrenho e um suposto fantoche de Putin.

De acordo com uma pesquisa do Harvard Center for American Political Studies - Harris Poll divulgada no início desta semana, 62% dos americanos entrevistados acreditam que Putin não teria invadido a Ucrânia se Trump ainda fosse presidente.

Trump também falou sobre uma série de questões, incluindo imigração ilegal, alegações de fraude eleitoral de 2020 e o perigo de “notícias falsas”