Paulinha Abelha, vocalista do Calcinha Preta, morre após 10 dias na UTI A cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta, morreu nesta quarta-feira (23), aos 43 anos, em Aracaju. Ela estava internada desde o dia 11 de fevereiro, com problemas renais.

Segundo nota divulgada pela assessoria de comunicação do Hospital Primavera, a forrozeira morreu às 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico.

Paulinha estava sob os cuidados de equipes médicas de terapia intensiva, neurologia e infectologia.

Correntes de orações foram realizadas durante dias por fãs em frente aos hospitais em que ela ficou internada, mas Paulinha não resistiu.

Dias antes de ser internada, a cantora chegou a reclamar de um mal-estar durante entrevista mo podcast PodPah. Colegas da banda ainda brincaram ao dizer que era só colocar um sal debaixo da língua, mas infelizmente não era algo tão simples.

Nas redes sociais, fãs, amigos e até o presidente Jair Bolsonaro lamentaram a morte de Paulinha.

“Nosso forró sente hoje uma grande perda com o passamento da cantora Paulinha Abelha, um dos grandes nomes da lendária banda Calcinha Preta. Nossos votos de pesar e solidariedade aos familiares, amigos e fãs da cantora. Que Deus conforte o coração de todos com seu infinito amor”, escreveu Bolsonaro.

Natural do município de Simão Dias, no interior de Sergipe, Paula de Menezes Nascimento Leça Viana, trabalhou com pai comercializando em feiras livres antes de iniciar a carreira artística.

Paulinha era casada com o modelo Clebinho Santos e não tinha filhos.