Família pede ajuda para enterrar jovem que tentou proteger a mãe de feminicídio durante culto Não bastasse a dor da trágica perda, familiares de Pedro Henrique Xavier dos Santos, 16 anos, sofrem para pagar o sepultamento do adolescente, morto pelo ex-padrasto no último sábado (19/2). Pedro morreu ao tentar defender a mãe, Luciene Xavier dos Santos (41), e acabou levando um tiro no olho. O crime ocorreu durante um culto na casa das vítimas, no Distrito Federal.

Nas redes sociais, a família disponibilizou um número de PIX para receber qualquer tipo de ajuda para o sepultamento.

De acordo com testemunhas, o ex-companheiro de Luciene, Geraldo Correa de Souza (40), chegou ao local e, após discussão, empurrou a mulher e a puxou pelo cabelos. Na sequência, sacou uma arma e atirou contra a ex.

Pedro correu em defesa da mãe e se colocou entre ela e o agressor. Ele foi atingido no olho e morreu no local.

Luciene segue internada em estado grave no Hospital Região Leste (HRL), no Paranoá. A mulher sofreu lesões em duas vértebras cervicais após ser atacada por Geraldo e deve passar por uma cirurgia para retirar uma bala alojada na coluna.

De acordo com a Polícia Civil do DF, o suspeito tem passagens criminais por roubo, estupro e furto. A família havia registrado três ocorrências contra o homem por ameaça e solicitado medida protetiva de urgência contra o agressor, mas o pedido foi indeferido.