Transbordamento de rios provoca alertas no noroeste do estado do Rio A prefeitura de Italva, no noroeste fluminense, postou na sua página na internet um alerta laranja para a população sobre a cheia no Rio Muriaé. O município vem enfrentando problemas com as chuvas dos últimos dias. Conforme a medição mais atualizada feita às 10h de hoje (10), o nível atual do Rio Muriaé na cidade é de 4,65 metros, enquanto o nível de transbordo é de 4,20 m. Várias ruas do município estão alagadas e com difícil acesso.

O mesmo ocorre no município de Laje do Muriaé, também na região, mas na divisa com Minas Gerais. Lá, o transbordamento prejudicou o acesso à cidade e ainda a ligação dos municípios de Miracema e Itaperuna.

Segundo o superintendente técnico da Defesa Civil de Italva, Girley Robaina, nas últimas leituras, o Rio Muriaé registrou uma elevação gradual de 4 a 5 cm por hora no município, e a previsão não é animadora. “Essa elevação deve permanecer até o final do dia”, destacou.

“Pedimos a máxima atenção da população ribeirinha e ainda das pessoas que residem próximas às encostas do nosso município. A qualquer sinal de anormalidade saiam de suas residências e liguem para os nossos telefones disponíveis na Defesa Civil”, alertou o superintendente.

Em caso de emergência, os moradores devem ligar para os números 199, (22) 999115177, (22) 999302199 ou (22)998558281. A prefeitura informou ainda, que se necessário, podem ligar também para os bombeiros no número 193.

Outros municípios
O superintendente informou que no município de Itaperuna, vizinho a Italva, a última leitura apontou que o rio atingiu 4,99 m, o que significa que está quase 1 m acima da cota normal.

Já o Rio Carangola, em Porciúncula, outro município da região na divisa com Minas Gerais está em 3,85 m, sendo que a cota é de 5,20 m. “Apesar de estar dentro da sua calha, o Rio Carangola, no município de Porciúncula, teve uma elevação de 50 cm nas últimas 5 horas”, relatou Robaina.

Sobre os níveis pluviométricos em Italva, o superintendente informou que o acumulado de chuvas nas últimas 24 horas é de quase 13 mm e no acumulado mensal perto de 125 milímetros (mm). “Isso significa que já passamos da quantidade esperada de chuva, que é de 100 mm ao mês e hoje a gente já se encontra com 125 mm.”



*Agência Brasil
(Foto: Prefeitura de Italva)