Bíblia é encontrada intacta em meio a destruição provocada por incêndio no litoral paulista Uma Bíblia foi o único bem que uma moradora conseguiu resgatar em meio às cinzas de mais de 20 moradias completamente destruídas por um incêndio na comunidade Dique das Caixetas, em São Vicente, no litoral de São Paulo. O livro estava intacto e a mulher disse ao G1 que este é um "sinal da existência de Deus".

A cabeleireira Franciléia Santos de Melo, de 39 anos, contou que vive na comunidade há quatro anos, com três filhos, com idades entre 13 anos e 7 meses. Na madrugada do dia 31 de janeiro, ela acordou com os gritos dos vizinhos alertando sobre as chamas.

"Corri e abri as torneiras, foi um caos, uma correria. Coloquei meus filhos para fora primeiro, depois, tentei voltar para pegar algo", recorda. Franciléia teve tempo de pegar seus documentos, uma bolsa com pertences do bebê, uma televisão e um ventilador. Em seguida, precisou deixar a casa ser consumida pelas chamas.

Pela manhã, a cabeleireira voltou ao local na esperança de recuperar algum bem. Ela encontrou escombros e, no meio de objetos e mobília carbonizados, estava a Bíblia intacta. Segundo ela, o livro estava na gaveta da cômoda dos filhos, com diversos outros papéis. "Todos queimaram, menos ela", relatou ao G1.

"Essa foi mais uma prova que Deus existe. Irei guardar a Bíblia comigo", disse a cristã.