Droga adulterada mata ao menos 20 na Argentina Autoridades argentinas relataram a morte de ao menos 20 pessoas por intoxicação após consumo de cocaína adulterada. Outras 74 foram hospitalizadas em um subúrbio de Buenos Aires.

As autoridades em saúde agora fazem uma busca ativa para evitar novas mortes. Elas usaram os meios de comunicação para pedir a todos que joguem fora as drogas compradas nas últimas 24 horas. O alerta partiu primeiro do ministro da Segurança de Buenos Aires, Sergio Berni. 

Operações policiais para localizar a substância tóxica foram realizadas no subúrbio de Loma Hermosa, a noroeste da capital. Cerca de 12 pessoas foram detidas, de acordo com o ministro. Além disso, sacos de cocaína foram apreendidos. A droga está sendo analisada em um laboratório de La Plata.

A maioria das vítimas eram homens na faixa de 30 a 40 anos, que teriam sofrido violentas convulsões e súbitos ataques cardíacos, de acordo com relatórios médicos citados por vários meios de comunicação.