Pastora lembra perda do filho que tirou a própria vida

Setembro é o mês da prevenção ao suicídio.  Embora esse assunto esteja crescendo cada vez mais no país à medida que os casos também aumentam, muita gente ainda dá pouca importância para essa luta – e essas pessoas, definitivamente, não conhecem as estatísticas que o nosso país e o mundo carregam. Você sabia, por exemplo, que uma pessoa morre por suicídio no Brasil a cada 45 minutos?



A campanha “Setembro Amarelo” é amplamente divulgada com o propósito de alertar às pessoas sobre o grito silencioso de pessoas que pensam em tirar a própria vida. Pessoas como o jovem César Oliveira, o Cesinha, como era conhecido o filho primogênito do pastor Cézar Oliveira e da pastora Meiriane Dantas de Oliveira Ceva, líderes da Comunidade Evangélica Visão Apostólica, em Manaus.



Há 5 meses o jovem tirou a própria vida se enforcando com a faixa jiu-jitsu. Foi o pai quem encontrou o corpo do filho, por volta das 7h da manhã, na residência da família em Manaus/AM.

Tanto Cesinha quanto o pai eram amantes do jiu-jitsu e frequentavam a mesma academia. Eles também comemoravam as medalhas e vitórias um do outro no esporte.



Recentemente, a mãe do jovem publicou uma mensagem falando sobre a falta que o filho faz na vida de toda sua família.



“Meu filho, o que dizer de alguém como você, meu amor? Você foi o fruto do nosso amor, meu primogênito. Tão lindo, tão na sua… A mamãe amava ouvir ‘nossa ele é a tua cara’, isso me deixava tão feliz, filho. Seu sorriso, meu filho, vai me fazer tanta falta, o seu carinho todo constrangido com a mãe, só Deus sabe o quanto dói. Mas saiba filho, que você sempre será o nosso orgulho pelo filho maravilhoso que fostes em nossa vida. Creia que não importa o que digam, eu irei te reencontrar na Glória. Para sempre meu filho amado César Henrique”, disse a mãe.



De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem um número equivalente a um suicídio a cada 45 minutos. No mundo, há uma tentativa falha de tirar a própria vida a cada três segundos – e uma definitiva a cada 40 segundos. São cerca de 1 milhão de suicídios em todo o planeta.



Segundo os mesmos dados, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no Brasil, ficando atrás de violência interpessoal e acidentes de trânsito. Cerca de quase todos esses suicídios estão relacionados a transtornos mentais, como a depressão.