Segurança Pública: Rio lança Cidade Integrada e policiais ocupam Jacarezinho O governo do Rio de Janeiro deu início hoje (19) ao Cidade Integrada, novo projeto de ocupação social de comunidades. Ele é uma espécie de atualização do programa das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), criado em 2008.

A ação começou pela comunidade do Jacarezinho, e conta com 1.200 policiais militares.

Dentro do planejamento do projeto Cidade Integrada, as delegacias farão investigações para ajudar a desestruturar organizações criminosas; haverá patrulhamento ruas e avenidas das regiões alvos da ação e as áreas alcançadas vão receber intervenções urbanísticas e sociais.

O governador Cláudio Castro disse, pelo Twitter, que a ação é um "grande processo de transformação": "Damos início a um grande processo de transformação das comunidades do estado do Rio. Foram meses elaborando um programa que mude a vida da população levando dignidade e oportunidade. As operações de hoje são apenas o começo dessa mudança que vai muito além da segurança".

O governador pretende dar mais detalhes sobre o projeto no próximo sábado (22).


"No sábado, vou detalhar os projetos que serão iniciados de maneira permanente em duas comunidades. E que servirão de modelo para outros importantes lugares que sofrem com a ausência de serviços e programas que realmente colaborem para melhorar a vida de quem mora nessas áreas", tuitou Castro.