Jogador do Bayer de Munique é afastado para tratar miocardite pós-covid O jogador Alphonso Davies, do Bayern de Munique, pode ter a carreira precocemente encerrada por causa de uma inflamação no coração descoberta recentemente após diagnóstico de covid-19.

O atleta canadense parou de treinar como resultado do que é considerado uma "inflamação leve".

Segundo a imprensa alemã, Davies estava passando por exames médicos de rotina após se recuperar da covid no início deste mês, quando o problema foi detectado.

Embora conhecida como miocardite na profissão médica, uma inflamação do coração pode ser potencialmente fatal se não for cuidada e monitorada, principalmente em atletas.

Como tal, Davies perderá semanas de treinamento, pois é continuamente monitorado por médicos e pela equipe médica do Bayern de Munique.

"Ele parou de treinar por enquanto, então não estará disponível para nós nas próximas semanas", detalhou o médico do time alemão.

"Durante nossos exames de acompanhamento com jogadores que tiveram covid-19, detectamos sinais de miocardite leve.

"Ele precisa curar e isso, sem dúvida, levará algum tempo."

Repercussão
Por aqui no Brasil a deputada federal Carla Zambelli associou o fato a outras duas notícias. A primeira do planalto, cujo título é: “Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação”. Já a segunda, da Alemanha, diz: “Bayer de Munique pune jogadores não vacinados”.

A parlamentar não disse claramente que a vacina teria sido a verdadeira causa da miocardite de Davies. Mas sua legenda para as manchetes foi bem sugestiva: “Notícias que falam por si só. Tirem suas conclusões”.