Mulher que batizou o filho de Lúcifer desconhecia significado do nome

Uma mulher de 27 anos descobriu que foi criticada por nomear seu filho Lúcifer, nome dado a Satanás. Josie King é de Devon, na Inglaterra, e ressalta que não houve motivo religioso para escolher o nome do bebê, agora com sete meses.

“Fui chamada de 'ateia' – e eu nem sabia o que isso significava até ontem à noite. Todo mundo tem suas próprias crenças”, afirmou Jodi no programa de TV Vine da Jeremy TV. Segundo o portal britânico Daily Mail, o programa de TV tratava justamente de histórias de nomes estranhos para crianças.

Na época, Judy disse que viu Lúcifer em um livro com sugestões de nomes de bebês e achou que a expressão latina significava “portador da luz”. “O nome do meu filho não é Satanás”, defendeu.

Para ela, o bebê é o “bebê milagroso” que ela deu à luz depois de perder mais de 10 filhos. Um mês antes de descobrir que estava grávida do pequeno Lúcifer, ela foi diagnosticada com paraplegia, um tipo de distúrbio neurológico em que há paralisia de um lado do corpo.