Anatel disponibiliza lista de celulares 5G; confira se seu aparelho é adaptado à nova tecnologia

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou na última quarta-feira (22), em seu portal na internet, a Relação de Celulares 5G Homologados, da qual constam informações como modelo, nome comercial e fabricante dos aparelhos. O celular é a principal interface entre o usuário e as novas redes de quinta geração, que têm previsão de início de funcionamento até o final do 1º semestre de 2022 nas capitais brasileiras.

Somente produtos de telecomunicações homologados pela Agência podem ser utilizados no Brasil. O usuário deve, portanto, conferir a lista antes de adquirir um aparelho. O consumidor também deve verificar a presença do selo de homologação Anatel, localizado no equipamento ou no manual, e pode consultar a operadora sobre a compatibilidade do produto com a rede.

A certificação e a homologação garantem ao consumidor a aquisição e o uso de produtos para telecomunicações que respeitam padrões de qualidade e de segurança, além do atendimento a funcionalidades técnicas regulamentadas pela Anatel que visam o uso eficiente e racional do espectro radioelétrico, a compatibilidade eletromagnética e a não agressão ao meio ambiente.

Tecnologia 5G

Licitadas as faixas de radiofrequência para o 5G e autorizado o seu uso aos licitantes ganhadores (Termos de Autorização assinados no Palácio do Planalto dia 7.12.2021), há a expectativas, já no primeiro semestre de 2022, de que o consumidor se valha dos benefícios dessa nossa rede de telecomunicações em todas as capitais brasileiras, solidificando o movimento que se convencionou chamar “internet das coisas”.

Atentos aos movimentos internacionais, a Anatel, já em junho de 2021, editou os requisitos necessários para homologação de equipamentos 5G (Atos 3151, 3152 e 3153/2021).

O 5G é o próximo passo evolutivo para a banda larga sem fio. Sua missão é elevar, e muito, as potencialidades da rede atual, conhecida como 4G, alçando a banda larga móvel a altíssimos padrões de velocidade de conexão e de usuários simultâneos.

Em resumo, as redes 5G prometem aos seus futuros usuários uma cobertura mais ampla e eficiente, maiores transferências de dados, além de um número significativamente maior de conexões simultâneas.

As redes da 4ª geração, utilizadas atualmente em algumas regiões do Brasil, são capazes de entregar uma velocidade média de conexão de, aproximadamente, 33 Mbps. Estima-se que o 5G será capaz de entregar velocidades 50 a 100 vezes maiores, podendo alcançar até 10 Gbps.



LISTA DE CELULARES 5G HOMOLOGADOS PELA ANATEL