Celular explode e causa queimaduras em usuário

Um homem de 23 anos sofreu queimaduras em algumas partes do seu corpo após o seu smartphone modelo Galaxy S5, da Samsung, pegar fogo. De acordo com o City News, o proprietário, Kunal Sharma, tem distrofia muscular e seus movimentos são limitados.



Em seu relato, Sharma afirma que sentiu que o telefone estava esquentando além do normal. Por isso, ele chamou um tio para verificar o aparelho. No entanto, alguns segundos depois, o smartphone entrou em combustão, provocando queimaduras no rosto e no braço do rapaz.



“Meu tio chutou o aparelho no chão. Eu estava com dor, não conseguia respirar, havia fumaça por toda parte. Meu nariz e meus lábios, meu pescoço e minhas mãos se queimaram. Estou com medo de tocar em qualquer eletrônico agora. Também tenho pesadelos e de noite não consigo dormir”, disse o jovem.



O rapaz também afirmou que o celular nunca passou por manutenção e seus acessórios são originais. Além disso, o aparelho não estava carregando no momento em que começou a pegar fogo.



Enquanto a causa do incidente ainda está sendo investigada, a Samsung já entrou em contato com a vítima. Em nota, a empresa afirma:



“A Samsung leva a segurança do cliente muito a sério. Em qualquer caso deste tipo, tomamos todas as medidas para investigar e remediar a situação. Isso sempre depende do cliente que precisa nos fornecer o dispositivo e o carregador, algo que ele se recusou a fazer até agora. Como não tivemos a oportunidade de inspecionar o dispositivo e o carregador, não podemos determinar os motivos do problema específico”.



Cabe ressaltar que a Samsung passou por um problema de grandes proporções com o Galaxy Note 7. Isso obrigou a empresa a fazer uma série de melhorias no seu processo de fabricação de baterias.