Brasil tem cinco casos da variante Ômicron confirmados O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (2) cinco casos da variante Ômicron no Brasil – três em São Paulo e dois no Distrito Federal. São quatro homens e uma mulher, todos vacinados contra a covid-19. Eles estão isolados e pelo menos um apresenta sintomas leves. A maioria está assintomática.

De acordo com a pasta, há ainda oito casos da variante em investigação no país, sendo um em Minas Gerais, um no Rio de Janeiro e seis no Distrito Federal.

“Hoje, temos uma situação sanitária bem mais equilibrada, mas lidamos com a imprevisibilidade biológica desse vírus, que sofre mutações. A vigilância em saúde está atenta e atuante pra que essas variantes sejam identificadas e pra que se avalie o potencial dessa variante complicar o cenário pandêmico”, disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Detectada pela primeira vez na África do Sul no final de novembro, essa nova versão do agente infeccioso vem chamando a atenção de especialistas pela quantidade e pela variedade de mutações genéticas.

Por ora, há suspeitas — mas não confirmações — de que essa variante seja mais infecciosa e consiga "driblar" a imunidade obtida após a vacinação ou a recuperação da covid-19. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera desde a semana passada a ômicron como uma "variante de preocupação", e um dos motivos é porque ela potencialmente possa provocar mais reinfecções.

Nos últimos dias, a Ômicron já foi detectada em todos os continentes. Até o momento, a porção sul da África concentra a maioria dos casos.