Perseguição a cristãos é

A perseguição aos cristãos deve aumentar em todo o mundo em 2019, segundo a Release International, entidade de apoio aos cristãos perseguidos. China, Índia e Nigéria apresentam uma curva ascendente e podem alcançar um nível “alarmante” de perseguição.



“Não tenho dúvidas de que a perseguição está aumentando e é alarmante e os contextos são diferentes. Você tem o islamismo militante na Nigéria; a China, que é o comunismo; a Índia, que é o hinduísmo militante; a Coreia do Norte é uma mistura estranha de comunismo e há uma crescente intolerância sendo travada e nós sabemos por causa dos relatórios que vêm de nossos parceiros”, diz Andrew Boyd, porta-voz da Release International.



De acordo com a Fox News, outros países que preocupam para 2019 são Coreia do Norte, Eritreia e Paquistão.



Em países localizados na África, como a Nigéria, as perseguições aos cristãos são “sem precedentes”, de acordo com relatos feitos pela ONU (Organização das Nações Unidas).



Segundo a entidade, o primeiro semestre de 2019 teria sido um dos piores momentos da história, pois vários cristãos morreram e cerca de 4,2 milhões de indivíduos, sendo a maior parte cristã, praticamente foram obrigados a abandonar suas casas para se refugiarem em regiões mais seguras.



O grupo terrorista islâmico, Boko Haram, é o responsável por esses ataques e, de acordo com informações contidas pela organização internacional Barnabas Fund, cerca de 300 pessoas foram mortas por meio de um ataque na vila de karamai, localizada no estado de Kaduna, na Nigéria.