Codecon-RJ: Apple e Samsung só podem vender smartphone com carregador
Após ação civil pública ingressada pela Comissão de Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro, agora a Apple e a Samsung são obrigadas a comercializarem os aparelhos celulares com seus respectivos carregadores de bateria - compatível com o cabo disponibilizado na caixa da mercadoria ou alternativamente.

A decisão, em sede de liminar, é da Juíza Maria Christina Berardo Rucker, da 2ª Vara Empresarial do RJ. Se não cumprirem a ordem judicial, Apple e Samsung serão penalizadas com multa diária de dez mil reais.

O presidente da Codecon-RJ, deputado Fábio Silva, comemorou a vitória nas redes sociais.

“Contem sempre com o nosso trabalho! Compartilhem essa informação para chegar a mais consumidores”, publicou o parlamentar.

Em 2020, ao lançar o celular sem carregador, a Apple afirmou que a decisão faz parte de "seus objetivos ambientais".

No entanto, a empresa não demonstrou esse ganho ambiental.

Na mesma época, a Samsung declarou que “reforça que com o objetivo de minimizar o uso e descarte de materiais que podem impactar o meio ambiente, está fazendo a transição para a remoção do plugue do carregador e dos fones de ouvido em nossa mais recente linha de smartphones Galaxy",

Órgãos de defesa do consumidor consideram esta uma "prática abusiva" e uma espécie de "venda casada".