Rio investiga suspeita de caso da variante Ômicron A Prefeitura do Rio de Janeiro investiga um caso suspeito da variante Ômicron na cidade. Trata-se de uma mulher que veio de Joanesburgo, na África do Sul, e testou positivo para Covid na segunda-feira (29/11). A paciente está assintomática.

A informação foi confirmada pelo Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, em um evento realizado hoje (01) pela Prefeitura.

Ontem, foram confirmados os primeiros dois casos da Ômicron no Brasil. Um casal missionário de São Paulo, que retornou recentemente da África do Sul, testou positivo para a nova variante. Ambos haviam sido vacinados com o imunizante da Janssen e desenvolveram sintomas leves da doença, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Hoje, foi confirmado o terceiro caso de paciente com a variante Ômicron no Brasil. Um homem de 29 anos, vindo da Etiópia, desembarcou em Guarulhos, sem sintomas, mas fez o teste que deu positivo para covid-19 no último sábado (27). Ele havia sido vacinado com as duas doses da Pfizer.

A amostra deste terceiro caso foi sequenciada geneticamente pelo Instituto Adolfo Lutz.

Por enquanto, não há confirmações se a Ômicron é mais letal. A expectativa da Organização Mundial de Saúde é para que as atuais vacinas sejam eficazes contra ela.