Coronavírus: pela primeira vez, estado do Rio apresenta risco muito baixo de transmissão

Apesar do aumento do número de casos de Covid-19 na Europa, que levou muitas cidades brasileiras a se precaverem cancelando suas festas de Réveillon e Carnaval, a Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou que as comemorações das datas estão mantidas na cidade.

Na semana passada, o Ministério Público e a Defensoria Pública do estado Rio fizeram uma recomendação para que a Prefeitura discuta novamente e reveja medidas de relaxamento de regras sanitárias, como distanciamento físico e autorização de eventos que provoquem aglomeração, principalmente, o Réveillon e o Carnaval.

Nessa quinta (25), a Secretaria Municipal de Saúde disse que não há, no momento, evidência científica que indique a necessidade de restrição aos eventos. A Prefeitura informou ainda que continua monitorando o panorama da Covid-19 na cidade. E em caso de mudança, poderá alterar as medidas.

Risco muito baixo

O mapa de risco do Governo do Rio, divulgado hoje (26), mostra que pela primeira vez nesta pandemia, o estado apresenta bandeira verde, de risco muito baixo de transmissão do coronavírus.

O 58º do Mapa de Risco mostra uma queda de 33% no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e de 46% nos óbitos causados pela doença. A análise compara as semanas epidemiológicas 7 a 13 de novembro e de 24 a 30 de outubro.

Algumas regiões, individualmente, ainda estão na bandeira amarela, de risco baixo. O governo explicou, no entanto, que os registros desses municípios permitiram que o RJ, como um todo, tenha avançado para a bandeira verde.