Prefeitura e Estado do Rio divergem sobre obrigatoriedade de máscaras em academias

A cidade do Rio de Janeiro publicou hoje (17) um decreto que permite a permanência de pessoas, sem máscara, em academias de ginástica, piscinas e centros de treinamento. No entanto, a apresentação do comprovante de vacinação contra covid-19 para acessar esses locais continua sendo exigida.

O decreto prevê que pessoas de 15 a 59 anos devem apresentar comprovante de imunização com duas doses ou dose única. Aqueles com mais de 60 anos devem também comprovar vacinação com a dose de reforço para ingressar e permanecer nesses locais.



A prefeitura do Rio de Janeiro já havia desobrigado o uso de máscaras em locais abertos no fim de outubro. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, 75,7% da população carioca já foram imunizados com duas doses ou dose única de vacina contra covid-19. Considerando-se apenas a população com 12 anos ou mais, o percentual sobe para 88,3%.



Estado não liberou 



As secretarias estadual e municipal de saúde do Rio ainda não se entenderam sobre a liberação do uso de máscara em academias da capital.  O Estado disse que não é bem assim e segue com o decreto que determina o uso de máscara em qualquer ambiente fechado, inclusive academias.



A Secretaria de Estado de Saúde lembra que, em caso de choque entre as leis municipal e estadual, vale a regra mais restritiva.