Enfermeira acha miniatura da Bíblia em ouro Uma enfermeira encontrou uma pequena Bíblia em miniatura feita em ouro, próximo ao castelo de Ricardo III na Inglaterra. Ela passeava pelo local com um detector de metais quando descobriu o pequeno tesouro.

Segundo fontes históricas, Ricardo III foi rei da Inglaterra e senhor da Irlanda entre 1483 e 1485 dC, sendo ele o último rei da Casa de York.

Buffy Bailey, de 48 anos, estava detectando metais com o seu marido em uma fazenda próxima ao Sheriff Hutton Castle, um castelo quadrangular em ruínas que fica no condado de North Yorkshire, ao norte da cidade de York.

Segundo o relato da enfermeira, o seu aparelho começou a apitar na direção de uma antiga trilha. Ao chegar lá, ela escavou cerca de cinco centímetros do solo para encontrar o que achava que poderia ser um brinco, ou um velho anel. Mas ela se surpreendeu ao ver que era, na verdade, uma Bíblia em miniatura feita de ouro maciço.

O artefato possui apenas 1,5 centímetros de comprimento e pesa cerca de 5 gramas. A Bíblia em miniatura datava do século XV e foi feita com ouro de 22 ou 24 quilates. Seu valor foi estimado em 119 mil euros (cerca de R$ 654 mil).

Possível origem
No século XV muitas mulheres morriam durante o parto por conta das condições precárias da medicina na época. Isso fez muitas se apegarem à Bíblia. Para isso foram criadas cintas de partos que possuíam uma pequena Bíblia nela.

Por conta desse costume, os pesquisadores acreditam que a Bíblia em miniatura possa ter pertencido a uma mulher. O que contesta isso é o fato de ter gravações de santos padroeiros medievais do parto, segundo a tradição local.

Mas também existe a suspeita de que a Bíblia em miniatura tenha pertencido a uma cinta de nascimento, ou um marcador para a Bíblia, e acredita-se que ela tenha sido feita pelo mesmo ourive que criou a famosa jóia de Middleham, que também foi encontrada próxima a casa de infância do rei Ricardo III.

Se isso for verídico, essas duas jóias possivelmente foram feitas para a mesma mulher que se estima ser alguém muito rica, provavelmente da nobreza. Para se ter uma ideia, a jóia de Middleham foi vendida em 1992 pelo valor de 2 milhões de euros.
Outro fator que corrobora para este fato, é que a Bíblia de ouro foi feita entre 1280 e 1410 dC, época onde as leis inglesas proibiam que qualquer pessoa que não fosse da nobreza transportasse ouro.

Segundo Matt Lewis, um especialista da Sociedade de Ricardo III, a Bíblia em miniatura provavelmente pertenceu a mulheres relacionadas ao rei, como sua esposa, Anne Neville, sua mãe, Cecily Neville, ou a sua cunhada, Anne Beauchamp.

Agora a Bíblia em miniatura está sendo avaliada pelo Museu de York e se for comprada o valor será dividido entre a enfermeira e o dono do terreno.