Mais de 65 mil pessoas já acessaram a carteira de identidade digital do Detran-RJ Cerca de 65.212 pessoas baixaram a carteira de identidade digital do Detran-RJ, por meio do aplicativo lançado no dia 20 deste mês pelo órgão. Os dados foram coletados até o dia 27 de outubro. Desse total, 43.039 são homens e 22.173, mulheres. A novidade permite que o cidadão — portador do documento emitido no Rio de Janeiro a partir de 05 de abril de 2019 — possa fazer o download de sua carteira, criando um arquivo digital que fica armazenado no celular do próprio usuário. A tecnologia, desenvolvida pela Montreal, contempla a leitura e a validação do documento impresso — como ponto de partida — e a validação biométrica da face de seu portador no Sistema Estadual de Identificação (SEI) do Detran-RJ. O SEI também foi desenvolvido e é mantido pela Montreal, líder em soluções tecnológicas para a área de biometria no país.

Segundo Eduardo Vitorino, gerente de Projetos da Montreal, a expectativa é que a adesão média diária aumente ainda mais depois que a empresa, desenvolvedora da tecnologia, agregue novos serviços. "Construímos o aplicativo para servir como um portal de serviços. Futuramente, o App terá capacidade de se integrar com os demais serviços da Identificação civil, como agendamento de atendimento, consulta de vagas disponíveis nos postos, além de outros serviços que a Diretoria de Identificação Civil achar conveniente", afirmou.

O projeto do App começou a ser idealizado em meados de 2019 e, efetivamente, no início de 2020 os trabalhos foram iniciados. Porém, a pandemia prejudicou o andamento do processo, que foi concluído em outubro deste ano, com a disponibilização para cidadãos portadores de identidade pelo Detran-RJ. "Os componentes tecnológicos embutidos no App vêm na verdade sendo desenvolvidos individualmente há anos, tendo a Montreal inovado com a geração, em 2001, do primeiro documento de identidade com código bidimensional para validação offline. Além disso, o sistema de reconhecimento facial também tem sido implantado em diferentes soluções nos últimos anos, trazendo um nível de maturidade para a aplicação neste projeto", destacou Vitorino.

Como o tema segurança de dados está na ordem do dia, a equipe da Montreal esclarece que o App não realiza qualquer escaneamento de informações pessoais do cidadão, além daquelas necessárias para atrelar a identificação de seu aparelho ao processo de validação. "Nenhuma das informações do cidadão é armazenada textualmente de forma aberta no aparelho. Todos os dados e imagens trafegam em comunicação segura com o órgão de identificação, diretamente, e são armazenados e acessados exclusivamente para os processos de validação envolvidos", explicou Vitorino.

Além de diversos sistemas e serviços desenvolvidos e mantidos pela Montreal para o Detran-RJ, há o Portal da Segurança do Estado, criado para uso restrito das forças de segurança. "Visando facilitar seu acesso, desenvolvemos um App apelidado de Portal da Segurança Mobile. Embora esse aplicativo já esteja em uso por um grupo restrito de profissionais das Forças de Segurança, não ficará disponível para o público em geral", concluiu o gerente de Projetos.