Jogador é cancelado por dizer verdades bíblicas sobre homossexualismo O jogador do Cuiabá Pepê Vilardi, 23 anos, manteve sua postura como cristão mesmo sabendo que poderia ser cancelado nas redes sociais por responder, à luz da Bíblia, a uma pergunta sobre homossexualidade. Ao ser perguntado por um de seus seguidores, na última quinta-feira (21), sobre o que acha do tema, o atleta respondeu que o fato de alguém ser homossexual é condenável como qualquer outro pecado.
 
“Leva à condenação como qualquer outro pecado, se não houver arrependimento”, afirmou Pepê. Rapidamente o comentário ganhou repercussão e vários internautas classificaram a fala do atleta como homofóbica e preconceituosa.
 
Respondendo a um outro seguidor que se identificou como cristão e disse achar injusto condenar homossexuais, pois “Deus ama a todos”, o meio-campista argumentou com versículos bíblicos de Levíticos e Coríntios, e completou dizendo que “a generalização disso, nessa geração, tem levado muitos ao caminho errado”.
 
“A homossexualidade é pecado da mesma forma que adulterar, ou até mesmo odiar o seu irmão, também é”, continuou.
 
Ainda na mesma publicação, o jogador argumentou que não julgou, tampouco condenou alguém. “Tudo é baseado no conhecimento que o Senhor me deu”, finalizou.

O atleta tem suas redes sociais tomadas por versículos bíblicos e frases em honra ao Senhor. No Instagram, Pepê se identifica como “Servo por amor e misericórdia de Jesus”.


(Foto: Reprodução/Instagram)