Conversa com pastor fez Safadão desistir de encerrar carreira

O cantor Wesley Safadão confidenciou na tarde desta sexta-feira (23), durante uma entrevista de divulgação de seu novo DVD – que será gravado hoje (24), no Parque Olímpico, no Rio – que tinha planos de parar de cantar no próximo ano, seria uma aposentadoria da música. 



De acordo com Safadão, essa ideia passou por sua cabeça no fim de 2017, começo de 2018, e ele chegou a avisar seus empresários que pararia de cantar em 2020.



"Em 2015 pedi para o pessoal do meu escritório para cantar todos os dias se possível. Fiz isso em 2016 e 2017, me dediquei ao máximo. Mas, chegou um momento que eu coloquei o pé na mesa e disse que só cantaria mais dois anos, que pararia e me aposentadoria em 2020″, disse o cantor.



O artista conta que buscou um sinal de Deus, e que pedia alguma resposta para saber se deveria mesmo parar. Foi aí que uma conversa com um pastor mudou seus pensamentos e ele desistiu da aposentadoria. 



"Saía de casa e não estava feliz. Estava cansado. Conversava com Deus e pedia um sinal. Até que um dia fui no culto e ouvi o que o pastor falava. Caiu direitinho pra mim. No fim do culto eu falei a ele tudo que sentia, aquela angústia, e ele me disse: ‘Quanto tempo você trabalha? Eu respondi que 18 anos. Ele falou: Você trabalha há 18 anos, está plantando há 15 e colhendo somente há três anos e já quer desistir?’ Pastor me aconselhou e desisti de parar", relata o cantor.



A partir desta pergunta, Safadão mudou: "Passei a buscar o que me faltava, a ter alegria. Voltei a trabalhar, realizar meu sonhos". 



"Hoje não tenho mais ideia de quando paro de cantar, não faço mais esse plano. Vamos sonhar e realizar”, concluiu.