Pastor indígena oferece ajuda a Bolsonaro para salvar Amazônia

Desde que assumiu a presidência da República, Jair Bolsonaro tem sofrido severos ataques de partidos de oposição e também de várias celebridades e até mesmo autoridades internacionais, segundo ele, com ideologias esquerdistas. O mais novo problema que Bolsonaro tem nas mãos é a questão das queimadas na Amazônia, algo que já acontece há anos na região, devido ao clima seco, mas que só agora incomodou os adversários de Bolsonaro. Por outro lado, a força dos que sustentam Bolsonaro não só com palavras, mas com ações, tem sido maior, ajudando-o a organizar tudo o que encontrou de errado no país. Para salvar a Amazônia, Bolsonaro ganhou um forte aliado.



O pastor Henrique Terena, presidente do Conselho Nacional de Pastores e Líderes Evangélicos Indígenas (Conplei) e coordenador da Funai em Campo Grande (MS), publicou um vídeo oferecendo apoio a Bolsonaro.



“Nós queremos aqui nos colocar à disposição da Vossa Excelência para ajudar no combate deste incêndio que está acontecendo na Amazônia”, disse o pastor indígena.



Terena disse que os índios podem colaborar para o progresso do Brasil e se colocou como um aliado do governo para que haja ordem e progresso.



O Conplei é o maior movimento de líderes indígenas cristãos da América Latina e tornou-se o maior modelo étnico de globalização, que regularmente se reúne em suas conferências para juntos buscar em Deus aquilo que os une.