Bolsonaro abre o coração durante evento evangélico em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro participou da “Conferência Global 2021 – Millenium”, um evento evangélico realizado em Brasília na noite dessa quinta-feira. Em sua mensagem, o chefe do executivo abriu coração e disse que “chora sozinho no banheiro” de sua casa diante do risco de que alguma decisão “mal tomada” possa fazer muita gente sofrer.

“Quantas vezes eu choro sozinho no banheiro em casa. Minha esposa nunca viu, ela acha que eu sou o machão dos machões. Em parte acho que ela tem razão até”, brincou o presidente. “Uma decisão minha mal tomada muita gente sofre, mexe na bolsa, no dólar, no preço do combustível”. 

Durante sua participação no congresso, Bolsonaro também afirmou que pedirá o fim da bandeira tarifária de energia no próximo mês.

“Meu bom Deus nos ajudou agora com chuva. Estava na iminência de um colapso. Não podíamos transmitir pânico para a sociedade. Dói a gente autorizar o ministro Bento das Minas e Energia decretar a bandeira vermelha. Sabemos da dificuldade da energia elétrica. Vou pedir para ele, pedir não, determinar, que ele volte a bandeira normal a partir do mês que vem”, declarou.

Aprovação

Uma pesquisa de opinião pública divulgada nesta quinta- pelo site Poder 360 mostra que a aprovação do governo Bolsonaro é maior entre os eleitores evangélicos, que compõem sua base de apoio. O levantamento aponta que 45% dos evangélicos consideram o trabalho do presidente ótimo ou bom, enquanto 37% acham o governo ruim ou péssimo.

Já entre os católicos, 26% consideram o governo de Bolsonaro ótimo ou bom e 57% consideram ruim ou péssimo.

A pesquisa foi realizada por meio de ligações telefônicas entre os dias 11 e 13 de outubro de 2021 e ouviu 2.500 pessoas em 469 municípios das 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.