Covid: maiores de 60 anos que tomaram segunda dose até 28/02 já podem receber dose de reforço no Rio O Comitê Especial de Enfrentamento à Covid-19 definiu hoje (22) que idosos com 60 anos ou mais que tomaram a segunda dose da vacina contra covid-19 até 28 de fevereiro no município do Rio de Janeiro já podem receber a dose de reforço.

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, informou que essa parcela da população abrange pessoas internas em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e profissionais da saúde.

De acordo com o comitê, o calendário previsto para a dose reforço por idade permanece em vigor. Hoje (22), foram imunizadas pessoas com 87 anos ou mais. Amanhã, será a vez daquelas com idade igual ou superior a 86 anos, seguindo-se maiores de 85 no dia 24, e maiores de 84 anos, no sábado (25). A dose de reforço se destina às pessoas que receberam a segunda aplicação ou dose única do imunizante há, pelo menos, três meses.

Para as pessoas com alto grau de imunossupressão, o intervalo é reduzido para até 28 dias. A partir de hoje, serão vacinadas pessoas com 40 anos ou mais. Já a partir do dia 29, a imunização se destinará a pacientes com 12 anos ou mais. informou a Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS).

Adolescentes
Hoje cidade do Rio retomou a vacinação de adolescentes nesta quarta.

Quarta (22): meninas de 13 anos;
Quinta (23): meninas de 13 anos;
Sexta (24): meninos de 13 anos.
A vacina aplicada é a da Pfizer, única autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esta faixa etária.

Repescagem
Os postos fazem ainda a repescagem da primeira dose para pessoas com 18 anos ou mais, grávidas, lactantes e puérperas e pessoas com deficiência com 12 anos ou mais.

As unidades também seguem aplicando a segunda dose de todas as vacinas, conforme a data estipulada no comprovante da primeira.