Luto: morre o pastor Cláudio Claro

O pastor e cantor Cláudio Claro nos deixou neste sábado (18) aos 60 anos, após lutar quatro meses contra um câncer nas vias biliares. O comunicado sobre o falecimento foi feito através de uma nota em suas redes sociais. 

Em agosto, Silvana, esposa de Claro, chegou a fazer um apelo por doadores de sangue para que ele passasse por um procedimento que o fizesse suportar o tratamento quimioterápico. A transfusão foi realizada no dia 25 de agosto, no Hospital do Fundão (HUCFF), no Rio de Janeiro, mas infelizmente hoje nos chega a notícia que não gostaríamos de dar.

Cláudio Claro era pastor no ministério Tabernáculo de Davi, e compositor de canções como Terra e céu, Jesus. Em 1990 compôs a música "Pão da Vida", que até hoje é uma das mais cantadas nas igrejas em todo o Brasil, sendo gravada também por Nelson Ned. Hoje, músicas como "Videira, Libertador, Regozijai-vos e Profetiza" fazem parte do cancioneiro evangélico do país. Ao longo de sua, ele gravou carreira 10 CDs: Jesus o Pão da vida, Festa dos Tabernáculos, Sião Fortaleza de Adoradores, Libertador, Regozijai-vos, O Espírito Santo, A tua imagem, Poder de Deus, Avivamento, O Alfa e o Ômega.

Mesmo em meio à luta, ele encontrou forças para fazer o que mais gostava. No dia 3 de setembro, Cláudio Claro lançou um novo álbum em todas as plataformas digitais, intitulado “Doutor Jesus”, com músicas terapêuticas que foram compostas durante seu tratamento.

Amigos e seguidores lamentaram a morte do Pr. Cláudio Claro.

“Sentimentos à família. Um guerreiro, louco pela vida. Falava sempre com eles pelo WhatsApp nesses últimos dias. Nunca reclamava. Espírito Santo, console vocês aí”, comentou o cantor Nani Azevedo.



“Meu amigo e mentor, sabemos que está com Cristo agora, mas apesar de termos convicção da vida eterna, ainda assim dói saber da sua partida. Deixou um legado que nunca será esquecido. Suas canções são profundas e refletem o quanto o Cláudio era apaixonado por Jesus. Me ensinou muito, jamais esquecerei. Que Deus conforte o coração da família e os nossos também, que amamos o Cláudio”, disse Davi Sacer.

“Vai ficar na minha memória os grandes papos sobre as coisas de Deus e também outros (assuntos de música e do nosso dia a dia) lá no estúdio onde gravamos álbum do Novo Som De Coração (detalhe que o estúdio era no quintal da casa dele na Taquara/Jacarepaguá/RJ). Quantos cafés (feitos pela Silvana, sua esposa), papos, risadas e afins... Ainda tive o privilégio de gravar no meu projeto solo Canções Eternas Canções a linda música PÃO DA VIDA! Bem, ficaria escrevendo até amanhã sobre o Cláudio, mas fico por aqui pedindo que o Espírito Santo console todos da família, amigos e fãs desse lindo legado que ele nos deixou... Até o céu, meu irmão”, registrou Alex Gonzaga.



Leia nota da família:



Queridos irmãos,

 é com muito pesar que comunicamos o falecimento do Cláudio. Como muitos sabem, em maio foi diagnosticado um câncer nas vias biliares e nas duas últimas semanas o estado dele se agravou por complicações do próprio câncer.



Agradecemos imensamente o tempo que pudemos conviver com ele e por termos sido presenteados com belíssimas canções e melodias.

Devemos sempre lembrar que cremos na vida eterna, e com certeza o pai, marido, tio e amigo Cláudio Claro já está ao lado do nosso senhor e salvador Jesus Cristo em sua nova vida.