Governador do Rio agradece a Deus e à polícia pelo desfecho de sequestro a ônibus

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, agradeceu a Deus e aos policiais pelo desfecho do sequestro de um ônibus da viação Galo Branco, no início da manhã desta terça-feira (20), na Ponte Rio Niterói.



O governador lamentou a morte do bandido, mas disse que a prioridade era preservar os reféns. Ele conversou com a família do sequestrador e disse ter recebido pedido de desculpas e que um parente lamentou que o rapaz não tenha recebido educação familiar adequada.



Segundo a PM, criminoso se chamava William Augusto da Silva, era vigilante e tinha uma arma de brinquedo, mas ameaçava incendiar o coletivo.



O governador também informou que o sequestrador não era policial, como havia se identificado inicialmente.



Witzel informou que o governo do estado prestará auxílio aos familiares das vítimas e do sequestrador. Ele entrou no ônibus para conversar com os reféns (vídeo abaixo).



Todos os reféns foram liberados sem ferimentos.



O trânsito na ponte foi liberado no sentido Niterói. E um pouco depois foram liberadas duas faixas no sentido Rio.