Gabriela Rocha marca retorno do Música em Cena aos palcos cariocas A oitava edição do Música em Cena, que aconteceu na noite do último sábado (11), no Rio de Janeiro, marcou o retorno do evento aos palcos cariocas, fechados por um tempo devido à pandemia da Covid-19. O show reuniu Diego Karter e Gabriela Rocha no Imperator - Centro Cultural João Nogueira, que é considerada uma das mais importantes casas de espetáculos da zona norte do Rio de Janeiro.



Com lotação máxima, seguindo todos os protocolos determinados pelo município para controle do avanço do coronavírus, o Música em Cena, realizado pela agência MultiSong Produções, teve apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro e do governo do Estado.



“Foi uma alegria muito grande mesmo ter o Música em Cena de volta, depois de tanto tempo sem poder fazer eventos diante desse momento difícil no Brasil e no mundo. Nós, que trabalhamos diretamente com eventos e com arte, ficamos da noite para o dia sem ter como fazer eventos e essa retomada é uma grande realização, principalmente porque tentamos várias vezes trazer o espetáculo para o Imperator em gestões antigas. Ver que a cultura e a arte cristãs estão sendo recebidas de braços abertos como um conteúdo que faz a diferença é muito gratificante”, declarou Claudia Mattos, comunicadora e empresária da MultiSong.

Responsável pela abertura do show, o cantor Diego Karter subiu ao palco com sua banda ao lado da esposa Thamiriz Venâncio no back-vocal para interpretar as já conhecidas Não Mais Escravos e Toca em Mim de Novo, além de suas próprias canções Príncipe da Paz e Fogo, lançadas pela Sony Music. 

“É a segunda vez que participo do Música em Cena... É uma alegria pra quem trabalha com arte e ficou muito tempo parado fazendo lives no YouTube e no Instagram para compensar a falta de shows e é uma alegria para nós que estamos dentro de casa esperando essa oportunidade para fazer música”, expressou o músico.

Atração principal da noite, Gabriela Rocha trouxe seus grandes sucessos ao palco e promoveu um verdadeiro ambiente de adoração no Imperator. A cantora mesclou canções de seu próprio repertório com sucessos de outros artistas, como Enche-me, Ninguém Explica Deus, Nos Braços do Pai e Com Muito Louvor. 



“Nada substitui estar pessoalmente com a igreja. A gente viveu um momento de muitas lives e distanciamento e voltar aos poucos mostrou como a presença de Deus foi palpável e maravilhosa. Os momentos que a gente vive no secreto são incríveis, mas os que a gente vive como igreja são incomparáveis e foi o som da igreja que mais me fez falta na pandemia. Ver que está voltando, mesmo que aos pouquinhos, é maravilhoso e crio muitas expectativas para o que Deus vai fazer. Em breve poderemos voltar 100% ao normal”, comemorou Gabriela Rocha.

À frente da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, a gestora cultural Danielle Barros esteve presente no Música em Cena e se mostrou impressionada com a resposta do público que compareceu ao evento com máscara e respeitando o distanciamento social.



“Sem dúvida é um marco, porque estamos vencendo uma pandemia e voltando a abrir essa casa para todo tipo de público e de arte. É uma alegria poder receber pessoas da arte cristã e a Secretaria de Cultura está aberta à diversidade das pautas. A igreja é um celeiro de artes e oportuniza o desenvolvimento de expressões artísticas. Dar palco para o que é feito na igreja é missão da Secretaria de Cultura”, disse Danielle Barros.

Com a proposta de oferecer uma nova opção de entretenimento cristão levando música a alguns dos mais importantes espaços culturais da cena carioca, o Música em Cena já trouxe aos palcos da cidade shows com nomes importantes do gospel nacional, como Preto no Branco, Weslei Santos, Rebanhão, Kemuel e Daniela Araújo, além de propor stand-up comedy com Robinho CQG e Franklin Medrado. Diante da boa resposta do público ao retorno dos eventos culturais, os idealizadores do projeto já estão planejando uma próxima edição do festival.

*Texto: Rafael Ramos / Fotos: Júlio Cordeiro