Igreja Batista da Lagoinha lamenta morte do pastor Drummond Lacerda, vítima de Covid

A Igreja Batista da Lagoinha lamentou, em nota, a morte do pastor Drummond Lacerda, de 38 anos, vítima nessa terça-feira (30) da Covid-19. Ele esteve internado durante 17 dias e, segundo a igreja, os médicos repararam que ele orou durante todo esse período.

Drummond também era "escritor, conferencista do Ministério Vento no Fogo e professor no Seminário Teológico Carisma, da igreja, e em outros seminários. Ele era ainda um dos apresentadores do programa Lagoinha Global Responde".

O pastor deixa a esposa Raquel Cabral, também pastora, e a pequena filha Laís, de 11 meses. 

Através das redes sociais, o perfil oficial de Drummond confirmou sua morte.

"Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé", afirma a publicação.

Leia nota da Lagoinha publicada nas redes sociais:



Um bom combate foi combatido, uma linda corrida foi terminada e uma fé imensurável foi guardada.



Esse é um “até logo”. Sabemos que sim. O Deus a quem servimos é quem nos garante. Um Deus que tanto foi glorificado pelos frutos que saíram das mãos do pastor e mestre Drummond Lacerda. Um Deus a quem tantos se renderam ao ouvir o eco que vinha do coração de um homem tão exemplar.



O que por tantos anos ficou evidenciado, para os próximos também permanecerá: um legado de fé, de serviço e de compromisso com o Evangelho. Quem tanto em vida nos ensinou, agora que se despede também muito nos mostra. Aulas, livros, pregações e histórias de bastidores admiráveis… temos testemunhos eternos de quem foi Drummond.



E por isso, hoje, agradecemos ao Senhor, certos de que o melhor foi feito e de que fomos e sempre seremos privilegiados por tê-lo tido em nosso meio. Que o Senhor receba nosso pastor. Nossa oração persiste, na esperança de que nosso Deus conforte a família, os amigos e os alunos de @drummondlacerda.



Com amor, respeito e admiração,



Igreja Batista da Lagoinha.


Siga-nos