Orçamento de 2022 prevê salário mínimo de R$ 1.169 O Governo Federal enviou hoje (31) ao Congresso Nacional a proposta de um salário mínimo de R$1.169 para 2022, R$ 22 mais alto que o valor de R$ 1.147 aprovado na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

O valor é R$ 69 maior que o salário mínimo atual, de R$ 1.100, e representa uma alta de cerca de 6,2% — que é a previsão do Ministério da Economia para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor deste ano, feita no mês de julho. O valor do salário mínimo pode ficar ainda maior, caso a inflação supere a previsão até o fim do ano.

De acordo com informações do Dieese, o salário mínimo serve de referência para 50 milhões de pessoas no Brasil, das quais 24 milhões são beneficiários do INSS.

PIB
O projeto do Orçamento teve poucas alterações em relação às estimativas de crescimento econômico para o próximo ano na comparação com os parâmetros da LDO. A projeção de crescimento do PIB passou de 2,5% para 2,51% em 2022. Já a previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como índice oficial de inflação, foi mantida em 3,5% para o próximo ano.

Outros parâmetros foram revisados. Por causa das altas recentes da Selic (juros básicos da economia), a proposta do Orçamento prevê que a taxa encerrará 2022 em 6,63% ao ano, contra projeção de 4,74% ao ano que constava na LDO.

A previsão para o dólar médio foi mantida em R$ 5,15.

Siga-nos