Você está acordado ou está dormindo?

Prioridades as pessoas não conseguem elencar. Boas amizades, é difícil. Quem nunca teve uma severa decepção com algum amigo, ou que pelo menos se dizia amigo?

E Jesus estava passando pelo momento crucial do rumo para a cruz. Isso acontecera em várias etapas. O Monte da Transfiguração foi um momento, onde Jesus precisava ser fortalecido. Deus Pai envia Moisés e Elias para bater um papo com Ele. Por três vezes você ouve a voz de Deus. E lá no Monte da Transfiguração foi um desses momentos. Pedro, Tiago e João estavam lá.

Engraçado que eles não dormiram, ficaram “ligadaços”, olhando... tanto que Pedro falou: “Senhor, vamos fazer três barracas aqui, três cabanas. Uma para o Senhor, uma para Elias, outra para Moisés, e a gente dorme na rua, a gente dorme no relento só pra ficar pertinho de vocês. Não desce mais não, Jesus. Pessoal lá não quer nada, fica todo mundo aporrinhando o Senhor e o fariseu falando. Vamos ficar aqui e deixa o pessoal para lá.”

Mas Jesus não veio para pensar nele, ele veio para cumprir a sua missão. E aí, para o Getsêmani foi punk, porque Jesus falou. Ele trabalhou o pai dele, o pai paterno, não o biológico, porque ele foi gerado pelo Espírito Santo. José era carpinteiro, carpinteiro não mexia só com madeira, era uma espécie de engenheiro, ele construía a casa, então, obviamente, Jesus, já tinha entrado uma farpa no dedo, dado uma martelada, cortado fazendo algum tipo de coisa... porque as ferramentas não eram tão adequadas como as ferramentas atuais.

E aí, Jesus, então, vai para o Getsêmani e imagina a morte de Cruz, ou seja, o que seria você ter fincado aqui pregos e cravos nas mãos e nos pés, e morrer em agonia, ou seja, por asfixia, falta de ar, como se fosse um enforcamento. Você vai sendo pressionado e não consegue puxar ar. Jesus elencou a prioridade certa. Ele foi orar ao Pai.

E ele falou: “Eu preciso de amigos”. E ele pede a esses amigos, que tiveram o privilégio de ver a filha de Jairo curada, esses três amigos que tiveram o privilégio de ver Moisés e Elias. Ele pede a esses três amigos: “Gente, olha só, chapa quente, tá chegando a hora que eu vou morrer”. Já tinha servido a ceia e disse: “Tá chegando a hora.” Ele fala: “Me ajude em oração”.

Jesus elencou a prioridade certa, mas escolheu as pessoas erradas. Diz aqui o texto, em Mateus 26.43, ele pediu para ele: “Me ajudem em oração, gente, eu não quero ir para a cruz”. Como se Jesus estivesse falando isso, porque ele ora ao Pai dizendo: “Pai, passa de mim esse cálice, me tira dessa. Se tem algum plano B que eu não sei, me tira dessa, mas, contudo, seja feita a Vossa vontade.

Jesus, então, volta por três vezes, para ser encorajado pelos seus amigos, para ouvir uma palavra de esperança, para ouvir uma palavra dizendo “tamo junto”. O texto diz assim: “Ele voltou de novo e encontrou os discípulos dormindo”.

Quais são suas prioridades? E cuidado com quem você tem andado. Jesus contava com as orações dos seus amigos, mas eles estavam preocupados com a soneca deles, deixaram Jesus sozinho, intercedendo pela possibilidade da cruz, que, através da cruz, trouxe para nós e para eles que dormiram a vida eterna. Você está dormindo ou você está acordado?


s