Adolescente sofre queimaduras em mais de 60% do corpo em suspeita de ataque anticristão Um cristão de 16 anos sofreu queimaduras em mais de 60% de seu corpo após um ataque com ácido no estado de Bihar, no leste da Índia. A família diz que suspeita que nacionalistas hindus estejam por trás disso, porque o menino é líder em uma igreja local e a área em que vivem tem sentimentos anticristãos.

A vítima, identificada como Nitish Kumar, foi atacada com ácido na semana passada logo depois de deixar sua casa em um vilarejo para ir ao mercado no início da manhã, informou no sábado (28) o órgão de vigilância contra perseguição dos Estados Unidos "International Christian Concern".

Quase imediatamente depois de sair de casa, o menino foi levado de volta pelas pessoas enquanto gritava devido às queimaduras por todo o corpo, disse a irmã da vítima, Raja Davabi, segundo a informação.

O adolescente foi levado a uma clínica próxima para tratamento de primeiros socorros e depois transportado para uma unidade especializada em queimados na capital do estado de Patna.

O agressor não foi identificado, mas a família da vítima e a comunidade cristã local suspeitam que seja obra de ativistas anticristãos da aldeia.

A família, que regularmente realiza reuniões cristãs em sua casa, se converteu ao cristianismo há dois anos após ser libertada de um espírito maligno, e a vítima e seu irmão são ativos na igreja e realizam reuniões diárias de oração.

Os cristãos representam cerca de 2,5% da população da Índia, enquanto os hindus representam 79,5%.

A Índia está classificada como o décimo pior país de todo o mundo em termos de perseguição contra cristãos, de acordo com a lista 2021 do "Open Doors USA World Watch". A Comissão dos Estados Unidos sobre Liberdade Religiosa Internacional instou o Departamento de Estado dos Estados Unidos a rotular a Índia como um “país de particular preocupação” por se envolver ou tolerar graves violações da liberdade religiosa.

A "Evangelical Fellowship of India" declarou em um relatório que documentou 145 casos de atrocidades contra cristãos - três assassinatos, 22 ataques a igrejas e 20 casos de ostracismo ou boicote social em áreas rurais - no primeiro semestre de 2021.

O Portas Abertas dos EUA adverte que, desde que o partido governista nacionalista hindu Bharatiya Janata assumiu o poder em 2014, a perseguição contra os cristãos e outras minorias religiosas aumentou.

O grupo relata que “os radicais hindus costumam atacar os cristãos com pouca ou nenhuma consequência”.

Siga-nos