No Dia do Psicólogo, entenda a importância desses profissionais

O dia 27 de agosto é quando se comemora, desde 2016, o Dia do Psicólogo no Brasil, para marcar a regulamentação da profissão no país, que ocorreu em 1964. Quase 60 anos depois, a importância desses profissionais é cada vez mais reconhecida, mas ainda há muitas dúvidas entre a população geral. O que faz um psicólogo? Eu deveria fazer uma terapia? Em que outras áreas eles atuam?

Por isso, nesta sexta o Melodia News conversa com a equipe da Eurekka, empresa especializada em saúde e bem-estar, considerada uma das principais startups em atendimento psicoterápico no Brasil e pioneira na adoção de Inteligência Artificial na área de psicologia no país.

Confira:

Primeiro, qual é o sentimento de ter uma profissão tão importante na assistência para as pessoas?

Eurekka
: É muito gratificante e desafiador. Gratificante porque conseguimos perceber no dia a dia a importância do nosso trabalho e o quanto contribuímos com a trajetória de inúmeras pessoas. Não é raro recebermos relatos de pessoas dizendo que a Eurekka foi o grande ponto de virada da sua vida. É também bastante desafiador justamente por isso. Por mais que todo o processo terapêutico seja realizado em conjunto, precisamos sempre ter em mente a responsabilidade que temos na vida das pessoas com as quais trabalhamos.

O que é a psicologia?

Ótima pergunta. Eu diria que, de forma geral e muito simplificada, a psicologia é uma ciência que estuda o ser humano. É sempre difícil definir a psicologia de apenas uma forma, pois hoje existem diversas linhas de pensamentos e de práticas bem diferentes dentro do que chamamos de psicologia. Aqui na Eurekka, por exemplo, entendemos a psicologia como uma ciência do comportamento, que analisa contextos que levam a determinadas ações, pensamentos e emoções. 

Qual é a diferença entre um psicólogo e um psiquiatra?

Psicólogos e psiquiatras, apesar de serem profissionais de saúde mental, possuem formações diferentes. O psicólogo estudará Psicologia, enquanto o psiquiatra estudará Medicina e depois terá de realizar sua Residência em Psiquiatria. De forma prática, sempre comentamos que psiquiatra é o profissional que pode receitar medicamentos, enquanto o psicólogo não. O psicólogo também costuma ser o profissional que está em contato mais frequente com o paciente e se atenta mais aos comportamentos, acontecimentos e relações dos indivíduos. O psiquiatra tem um enfoque nas intervenções farmacológicas. Mas é importante que fique claro que ambos os profissionais são habilitados a realizar psicoterapias e contribuir com a saúde mental.

Falando sobre a importância da psicoterapia, ela ainda sofre muito preconceito e rejeição, mas as coisas vêm mudando, não é? A terapia é para todos?

Nós temos notado que sim, aos poucos essas questões estão realmente mudando. Historicamente existe um preconceito, um estigma, de que “psicoterapia é para louco”. Acredito que todos já tenhamos ouvido essa frase em algum momento. Felizmente, as pessoas têm percebido que isso não é verdade e se permitido buscar ajuda e receber os benefícios da terapia.

Sobre ser para todos, esse é outro ponto difícil de responder em poucas palavras. A terapia é para todos que gostariam de se desenvolver emocionalmente, independente se hoje estão sofrendo com isso ou não. É raro aprendermos a lidar com emoções e pensamentos na escola, faculdade, trabalho ou mesmo na família. A psicoterapia é, portanto, uma espécie de aula particular e personalizada aos desafios e objetivos do paciente. Não acreditamos que a psicoterapia precise ser eterna, podendo estar dentro de um escopo determinado entre terapeuta e cliente. Por conta disso, generalizando, diria que a terapia é para todos em algum momento de suas vidas, mas não o tempo todo e a todo o tempo. A psicoterapia é benéfica para todos, mas necessária para alguns.

Além desse atendimento clínico, o (a) psicólogo (a) está presente em outras áreas também, certo? Você pode dar alguns exemplos?

Certo! Hoje a psicologia já atua em diferentes espaços. O atendimento clínico talvez seja o mais conhecido, mas existem muitos outros locais de atuação. Podemos citar alguns comuns, como: escolas, empresas, hospitais, no esporte, no trânsito, na área jurídica, em pesquisa e em muitas outras áreas.


Siga-nos