Noite de ouro para o atletismo do Brasil em Tóquio Silvânia Costa confirmou o favoritismo e conquistou a medalha de ouro da prova do salto em distância, classe T11 (de pessoas com deficiência visual), na Paralimpíada de Tóquio (Japão), na noite desta quinta-feira (26) no Estádio Olímpico.

A mineira, que também foi ouro na prova em 2016 (Rio de Janeiro), venceu ao alcançar 5 metros (m), a sua melhor marca na temporada. A prata ficou com a uzbeque Asila Mirzayorova (4,91 m) e o bronze com a ucraniana Yuliia Pavlenko (4,86 m). A outra brasileira na disputa, Lorena Spoladore, terminou na quarta posição ao saltar 4,77 m.

O atletismo garantiu mais um ouro para o Brasil. Em uma prova emocionante, o brasileiro Yeltsin Jacques conquistou o primeiro lugar no pódio na prova dos 5000 metros (m) da classe T11 (de pessoas com deficiência visual). Foi o primeiro ouro do Brasil no atletismo em Tóquio

O atleta que nasceu em Campo Grande (Mato Grosso do Sul) terminou a prova com o tempo de 15min13s62. O pódio foi completado por dois japoneses, Kenya Karasawa, que foi prata com o tempo de 15min18s12, e Shynia Wada, bronze com 15min21s03.


(Foto: Wander Roberto/CPB)