STJ suspende tramitação de denúncia contra Flávio Bolsonaro O Supremo Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu a tramitação da denúncia contra o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), o ex-assessor Fabrício Queiroz e mais 15 acusados no caso das "rachadinhas" no gabinete do filho do presidente da República na Alerj, quando Flávio ainda era deputado estadual.
A decisão é do ministro João Otávio de Noronha e atendeu a um pedido da defesa de Queiroz. A suspensão está relacionada com a decisão da 5ª Turma do STJ, que, em fevereiro deste ano, anulou a quebra de sigilo bancário de Flávio e outras 100 pessoas.
Os ministros consideraram que faltou fundamentação na decisão do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. A defesa de Queiroz argumentou ao STJ nos últimos dias que a denúncia apresentada menciona dados da quebra de sigilo e, por isso, não pode ser usada.